Banco Santander e Chrysler estão próximos de acordo sobre empresa financeira

Nova York, 18 jan (EFE).- A fabricante de automóveis Chrysler e o Banco Santander estão próximos de criar uma empresa financeira conjunta que será chamada de Chrysler Capital, segundo informa nesta sexta-feira o jornal "The Wall Street Journal".

A empresa seria encarregada do financiamento de vendas e leasing de veículos do grupo Chrysler, e o acordo pode ser finalizado nas próximas semanas, segundo indicou o jornal, que citou não revelou as fontes.

Atualmente, a Chrysler trabalha com a financeira Ally Financial, uma empresa que majoritariamente pertence ao Governo federal dos EUA, mas o acordo de cooperação será encerrado em 30 de abril, segundo anunciou o fabricante de veículos no ano passado.

Após esse anúncio, a Chrysler iniciou, em novembro, conversas com o Santander que avançaram, acrescentou o jornal.

O banco espanhol já tem nos Estados Unidos uma subsidiária de financiamento de venda de automóveis, Santander Consumer EUA.

A Chrysler é a terceira fabricante de automóveis americana, e é controlada desde 2011 pela italiano Fiat, depois que a companhia de Detroit anunciou a quebra em 2009 e o Governo federal de Washington ofereceu ajuda.

As marcas americanas do grupo são Chrysler, Dodge, Jeep e as caminhonetes Ram, e recentemente começou a distribuir nos EUA os pequenos Fiat 500.

Também espera-se que o Grupo Chrysler comece a distribuir na América do Norte veículos Alfa Romeo, marca que deixou a região em 1995 por conta da queda nas vendas.

Rumores apontam que o primeiro veículo Alfa Romeo que deve chegar aos Estados Unidos nos próximos meses é o 4C, que será fabricado em Modena pela Maserati e que competirá com veículos de marcas de luxo esportivo, como Audi e BMW.

rcf/ff

Carregando...