Mercado fechado

Banco processa Facebook por plágio no logo da Calibra

Nathan Vieira

Uma empresa norte-americana chamada Current resolveu processar o Facebook por causa do logotipo criado para sua subsidiária, Calibra, a carteira digital que pode ser usada para gerenciar a criptomoeda Libra. Por coincidência (ou não), os designs dos logotipos têm histórias de origem quase idênticas - ambos foram criados pela Character, um réu nomeado no processo. Não se sabia se os mesmos membros da equipe da Character trabalhavam para as duas contas. Os dois logotipos, aparentemente, foram projetados com três anos de diferença: o da Current foi desenvolvido em 2016, enquanto o da Calibra foi trazido à tona apenas neste ano.

No Twitter, a empresa chegou a publicar uma foto com seu logo e o da Calibra lado a lado, e a semelhança é inegável. Na publicação, a Current chegou até a debochar: "É isso que acontece quando você só tem 1 giz de cera".


A Current está buscando uma liminar para impedir o uso do logo e uma indenização, alegando que "a marca infratora adotada e usada pelos acusados ​​de Calibra não é apenas semelhante, mas virtualmente idêntica às marcas atuais".

Howard Shire, sócio do departamento de propriedade intelectual da Pepper Hamilton LLP, diz que poderia haver uma explicação para isso, talvez nos contratos ou comunicações passados ​​entre as empresas. É provável que essas respostas venham a público antes do julgamento - embora este seja improvável, já que Shire diz que 98% dos casos civis são resolvidos antes disso. A Current entrou com uma ação contra o logotipo em 26 de junho de 2019, oito dias depois que o Facebook lançou o projeto Libra e a Calibra.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: