Mercado abrirá em 7 h 57 min
  • BOVESPA

    108.487,88
    +1.482,88 (+1,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.518,30
    +228,40 (+0,45%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,84
    +0,56 (+0,51%)
     
  • OURO

    1.853,30
    +11,20 (+0,61%)
     
  • BTC-USD

    30.113,42
    +836,32 (+2,86%)
     
  • CMC Crypto 200

    672,87
    -0,50 (-0,07%)
     
  • S&P500

    3.901,36
    +0,57 (+0,01%)
     
  • DOW JONES

    31.261,90
    +8,80 (+0,03%)
     
  • FTSE

    7.389,98
    +87,24 (+1,19%)
     
  • HANG SENG

    20.327,28
    -389,96 (-1,88%)
     
  • NIKKEI

    26.914,72
    +175,69 (+0,66%)
     
  • NASDAQ

    11.958,25
    +117,50 (+0,99%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1667
    +0,0139 (+0,27%)
     

Banco Pan lucra R$195 mi no 1º tri, inadimplência cresce

Por Andre Romani

SÃO PAULO (Reuters) - O Banco Pan teve lucro líquido de 195 milhões de reais no primeiro trimestre, alta de 3% tanto na comparação anual, quanto frente aos últimos três meses de 2021.

O banco atribuiu o resultado principalmente à "manutenção da margem financeira robusta e redução das despesas relacionadas à eficiência na aquisição de clientes", segundo comunicado.

Os números foram divulgados na noite de quarta-feira.

O relatório de resultado da instituição, que é controlada pelo BTG Pactual, mostra que a carteira de crédito do Pan no fim de março era de 36,2 bilhões de reais, um avanço de 20% em 12 meses e de 4% na base trimestral.

A originação de crédito de varejo, porém, caiu 13% na comparação com os três meses imediatamente anteriores, para quase 6 bilhões de reais, com os maiores impactos vindos de empréstimos consignados e de financiamento de veículos leves.

O índice de inadimplência acima de 90 dias manteve-se em crescimento e foi a 6,8% no período, ante 6,3% no último trimestre de 2021 e de 5,0% um ano antes.

Já a margem financeira gerencial do Pan foi de 17,5% nos três meses encerrados em março, quedas de cerca de 1 ponto percentual em relação ao primeiro e o quarto trimestres de 2021.

As despesas totais caíram 5% frente aos últimos três meses do ano passado, enquanto a base de clientes total da instituição subiu a 19,4 milhões, contra 17,1 milhões no final do ano passado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos