Mercado fechado

Banco Original permite alterar limite do cartão de crédito via WhatsApp

Rui Maciel
·4 minuto de leitura

O Banco Original anunciou uma nova função que seus correntistas poderão utilizar via WhatsApp. Agora, os clientes da fintech poderão alterar o limite do seu cartão de crédito pelo aplicativo de mensagens. Outro novo recurso que pode ser utilizado por meio da plataforma é consultar o status das transações feitas no Pix - o sistema de pagamentos e transferências lançado pelo Banco Central em novembro último.

Na questão da manutenção do limite do cartão via WhatsApp, ela pode ser feita pelo titular da conta que, além de solicitar o aumento, também pode optar pela redução do limite, que pode ser aplicado até mesmo em um eventual cartão adicional. No caso do Pix, para verificar o status de uma transação, ao entrar no "Zap", o usuário já visualizará o menu referente ao sistema do BC e saberá se a operação foi estornada, foi recebida, etc.

Na questão de segurança, o acesso a essas funções a partir do ecossistema do banco também se dá diretamente pelo WhatsApp, mas com camadas de proteção, segundo o Original.

"A princípio, você não precisa acessar o app do banco ou o internet banking para utilizar as funcionalidades do banco por meio do WhatsApp. Usamos a Inteligência Artificial do Watson (IBM), para iniciar a interação com o usuário, bem como executar os primeiros passos", explica Renê Gonçalves, Consultor de Inteligência Artificial e Comunicação do Banco Original, em entrevista ao Canaltech. "Mas, para o manuseio e a transmissão de informações sensíveis, aí sim entra o processo de autenticação. Através da API entre o messenger o Banco, o WhatsApp me passa o número de telefone do cliente e verifica se ele está no cadastro. Em caso positivo, quando o correntista solicita um serviço, como, por exemplo, emitir um boleto para depósito, aí entra o processo de autenticação, com o usuário sendo redirecionado para o Oauth 2.0, valida dados como CPF e a senha e só depois disso, ele retorna para o WhatsApp para dar sequência aos serviços solicitados". 

Uso crescente do WhatsApp no dia a dia bancário

A manutenção do limite do cartão de crédito, bem como a consulta de status do Pix são apenas as mais novas funções que o Original oferece a partir do WhatsApp. Segundo a instituição, existem mais de 450 fluxos conversacionais, incluindo FAQ e transações a partir do aplicativo de mensagens.

"O Original oferece mais de 17 transações via WhatsApp", afirmou Fabiano Barbosa, Gerente Executivo TI Sistemas, Inteligência Artificial, Institucional e Comunicação do banco. "Isso inclui recaptura de documentos, aquisição de clientes (leads), indicações de clientes pelo agente digital, cotação de dólar, consulta de seguros, manutenção do limite do cartão do adicional, consulta das transações Pix, parcelamento de fatura, emissão de boleto de depósito em PDF, renegociação de dívidas, extrato, saldo, consulta de aplicações e rendimentos, entre outros".

O uso do WhatsApp também vem representando um maior número de acessos mensais aos serviços do banco. Segundo números fornecidos pela instituição, destaque para funcionalidades de aquisição de clientes com 11 mil acessos/mês, recaptura de documentos (mais de 4 mil acessos/mês) e ainda a recém-lançada plataforma de vídeos institucionais.

Nela, a partir do app de mensagens do Facebook, o cliente é orientado em como utilizar o canal de forma prática. A novidade já ultrapassa quatro mil acessos pouco mais de um mês de implantação. Entre temas mais falados e consultados, estão assuntos envolvendo cartões como aumento de crédito, cheque especial e crédito pessoal, dúvidas sobre a conta-corrente, alteração cadastral, portabilidade, Pix, LGPD, saques, seguros, transferências, recarga de celular, investimentos, depósitos e cashback.

"O uso mais intensivo do WhatsApp no ecossistema do Original só acontece porque somos uma plataforma aberta, baseada no conceito de open banking. Nosso objetivo é usar a inteligência artificial não apenas para os serviços do dia a dia, mas também nos canais para comunicação, marketing e vendas" comenta Barbosa.  "Temos uma equipe dedicada de 14 pessoas, no modelo ágile para esses produtos. Esse time cuida de projetos simultâneos e o desenvolvimento dura de 2 a 3 semanas. E também, eles estão a frente do processo de manutenção constante. Não por acaso, temos  cerca de 6 milhões mensagens trocadas por mês no WhatsApp, onde nossos clientes manuseiam os serviços do banco por meio da plataforma.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: