Mercado fechado

Banco do Nordeste confirma troca de presidente um dia após nomeação

Identificado com o Centrão, ele é investigado pelo TCU por sua gestão à frente da Casa da Moeda O Banco do Nordeste do Brasil (BNB) informou, em ata de uma reunião do conselho de administração realizada nesta quarta-feira, que Alexandre Borges Cabral, nomeado na terça como presidente da instituição, foi exonerado.

Ele será substituído por Antônio Jorge Pontes Guimarães Júnior, que assume o cargo interinamente. A ata não traz os motivos da exoneração relâmpago.

Alexandre Borges Cabral foi nomeado na terça e exonerado na quarta

Reprodução/Casa da Moeda

Mais cedo, o Valor mostrou que Cabral é identificado com o Centrão e foi indicado para o posto por influência da Secretaria de Governo.

O executivo é alvo de investigação no Tribunal de Contas da União (TCU) por sua gestão à frente da Casa da Moeda, em 2018, de acordo com reportagem publicada nesta quarta-feira pelo jornal “O Estado de S. Paulo”.

A indicação de Cabral ocorreu num momento em que o governo de Jair Bolsonaro tenta se aproximar de parlamentares do chamado Centrão para ampliar sua base de apoio no Congresso.