Banco mundial prevê crescimento robusto na Ásia

Os bancos centrais da Ásia devem monitorar de perto os fluxos de capital, em seguida a medidas adicionais de relaxamento monetário em grandes economias, afirmou o Banco Mundial, ao indicar que as economias da região continuarão a crescer robustamente, apesar de em um ritmo mais fraco do que em anos anteriores.

O Banco Mundial prevê que o crescimento na região da Ásia Oriental e do Pacífico vai aumentar para 6,6% em 2013 e 2014, de 5,8% em 2012. As estimativas para 2012 e 2013 foram revisadas para baixo em 0,5 ponto porcentual e 0,4 ponto porcentual, respectivamente, das projeções realizadas em maio. Os países em desenvolvimento da região da Ásia e do Pacífico devem crescer 7,5% em 2012, 7,9% em 2013 e 7,6% em 2014. Espera-se que a China cresça 7,9% em 2012, 8,4% em 2013 e 8,0% em 2014.

Após as medidas adicionais de relaxamento monetário adotadas pelo Federal Reserve dos EUA, do Banco do Japão (BoJ, da sigla em inglês) e de bancos centrais de outras nações desenvolvidas, o Banco Mundial reconhece um aumento da preocupação com uma aceleração dos fluxos de capital para a Ásia, levando a potenciais bolhas de ativos e crescimento excessivo de crédito.

As medidas de outros países também podem estimular as autoridades locais a realizarem intervenções custosas no comércio exterior e deixar a região vulnerável ao risco de repentinos fluxos de saída de recursos. Mas o Banco Mundial ressaltou que esses fluxos não são garantidos.

"O volume de capitais migrando para a região consiste em investimento estrangeiro direto, o que cria empregos e crescimento na capacidade de produção. No entanto, as autoridades monetárias devem monitorar de perto o desenvolvimento de suas contas de capitais", principalmente em países que tiveram recentes experiências com crescimento acelerado de crédito, disse o economista-chefe do Banco Mundial para a Ásia Oriental e o Pacífico, Bert Hofman.

"Arranjos apropriados de taxas de câmbio e o desenvolvimento do mercado de capitais podem oferecer amortecedores contra efeitos indesejados da entrada de capital, enquanto medidas macroprudenciais podem proteger contra o crescimento excessivo do crédito", adicionou o economista.

O Banco Mundial ressaltou a importância crescente da região da Ásia Oriental e do Pacífico para a economia mundial, indicando que ela pode contribuir com quase 40% do crescimento global em 2012. A instituição também apontou que, no caso de um choque para o crescimento, a maioria dos países da região serão capazes de relaxar suas políticas fiscais para amortecer o impacto. As informações são da Dow Jones.

cotações recentes

 
Cotações recentes
Símbolo Preço Variação % Var 
Seus tickers vistos mais recentemente aparecerão aqui automaticamente se você digitou um ticker no campo "Inserir símbolo/empresa" na parte inferior deste módulo.
É necessário permitir os cookies do seu navegador para ver as cotações mais recentes.
 
Entre para ver as cotações nos seus portfólios.

Resumo do Mercado

  • Moedas
    Moedas
    NomePreçoVariação% Variação
    3,2306-0,0134-0,41%
    USDBRL=X
    3,6352-0,0088-0,24%
    EURBRL=X
    0,8883-0,002-0,22%
    USDEUR=X
  • Commodities
    Commodities
    NomePreçoVariação% Variação

Destaques do Mercado

  • Líderes em Volume
    Líderes em Volume
    NomePreçoVariação% Variação
    13,52-0,17-1,24%
    PETR4.SA
    19,06+0,34+1,82%
    QUAL3.SA
    3,55-0,02-0,56%
    USIM5.SA
    2,57+0,12+4,90%
    GFSA3.SA
    3,59-0,04-1,10%
    GOAU4.SA
  • Altas %
    Altas %
    NomePreçoVariação% Variação
    1,90+0,21+12,43%
    LIXC3.SA
    7,88+0,74+10,36%
    USIM3.SA
    2,30+0,20+9,52%
    AFLT3.SA
    6,20+0,42+7,36%
    PTNT3.SA
    3,24+0,21+6,93%
    CTNM4.SA
  • Baixas %
    Baixas %
    NomePreçoVariação% Variação
    2,25-0,54-19,35%
    TXRX4.SA
    4,10-0,28-6,39%
    CAMB4.SA
    7,90-0,43-5,16%
    BSEV3.SA
    5,70-0,29-4,84%
    CRPG5.SA
    1,72-0,08-4,44%
    FJTA3.SA