Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.113,93
    +413,26 (+0,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.726,98
    +212,88 (+0,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,07
    -0,39 (-0,61%)
     
  • OURO

    1.777,30
    +10,50 (+0,59%)
     
  • BTC-USD

    62.280,48
    +648,01 (+1,05%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.398,97
    +7,26 (+0,52%)
     
  • S&P500

    4.185,47
    +15,05 (+0,36%)
     
  • DOW JONES

    34.200,67
    +164,68 (+0,48%)
     
  • FTSE

    7.019,53
    +36,03 (+0,52%)
     
  • HANG SENG

    28.969,71
    +176,57 (+0,61%)
     
  • NIKKEI

    29.683,37
    +40,68 (+0,14%)
     
  • NASDAQ

    14.024,00
    +10,00 (+0,07%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6872
    -0,0339 (-0,50%)
     

Banco Mundial amplia financiamento a vacinas e vê comércio no centro da recuperação econômica

·1 minuto de leitura
Logotipo do Banco Mundial

WASHINGTON (Reuters) - O Banco Mundial terá programas de vacinação em 30 países até o fim de abril, com apoio de cerca de 2 bilhões de dólares em financiamento, disse nesta terça-feira o presidente do grupo, David Malpass, acrescentando que a expansão do comércio é importante para a recuperação dos países em desenvolvimento.

Em evento online da Organização Mundial do Comércio (OMC), Malpass afirmou que a International Finance Corporation --braço do setor privado do Banco Mundial-- interveio para preencher um vácuo deixado por correspondentes bancários e disponibilizou cerca de 10 bilhões de dólares em financiamento comercial e capital de giro desde que a crise começou.

"Achamos que o comércio estará no centro do processo de recuperação", disse Malpass. "Agora é a hora, acho, de reduzir tarifas e restrições regulatórias e de trabalharmos com os países diretamente para tentar sustentar esses esforços."

(Reportagem de David Lawder, Emma Farge e Stephanie Nebehay)