Mercado abrirá em 7 h 57 min
  • BOVESPA

    122.964,01
    +1.054,98 (+0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.655,29
    -211,86 (-0,42%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,30
    +0,02 (+0,03%)
     
  • OURO

    1.830,30
    -5,80 (-0,32%)
     
  • BTC-USD

    57.438,13
    +1.979,00 (+3,57%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.553,33
    +1.310,65 (+540,07%)
     
  • S&P500

    4.152,10
    -36,33 (-0,87%)
     
  • DOW JONES

    34.269,16
    -473,66 (-1,36%)
     
  • FTSE

    6.947,99
    -175,69 (-2,47%)
     
  • HANG SENG

    27.910,60
    -103,21 (-0,37%)
     
  • NIKKEI

    27.920,89
    -687,70 (-2,40%)
     
  • NASDAQ

    13.234,75
    -111,25 (-0,83%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3360
    -0,0094 (-0,15%)
     

Banco de investimento dos EUA oferece férias com tudo pago

Jenny Surane e Sonali Basak
·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- O banco de investimento Houlihan Lokey planeja oferecer férias com todas as despesas pagas a alguns funcionários como maneira de aliviar o estresse em meio à forte onda de fusões e aquisições.

“Nossa equipe vai comemorar nossas conquistas com uma escapada global”, disse a empresa em memorando para a equipe visto pela Bloomberg, que continha um link para algumas das viagens disponíveis como opção. “Não todos juntos (afinal, ainda há uma pandemia), então, seja uma praia isolada, uma aventura de esqui ou uma experiência culinária, a escolha é sua.”

O Houlihan Lokey também disse que não permitirá mais que funcionários trabalhem depois da meia-noite, a não ser com aprovação prévia de um chefe de grupo, e a empresa prometeu 24 horas consecutivas toda semana durante as quais os empregados não precisarão realizar nenhuma tarefa.

O banco de investimento boutique também oferecerá a analistas nos Estados Unidos um bônus único de US$ 10 mil, segundo uma pessoa a par do assunto, que pediu para não ser identificada. Um porta-voz da empresa confirmou o conteúdo do memorando.

Com o salto dos acordos de fusão e aquisição, o Houlihan Lokey e rivais tentam lidar com o crescente esgotamento de jovens banqueiros, que muitas vezes recebem a tarefa de preparar longas apresentações e outros materiais para reuniões com clientes. Uma recente apresentação interna de analistas juniores do Goldman Sachs sobre a carga de trabalho causou burburinho em Wall Street quando o documento vazou na Internet.

O Houlihan Lokey também disse que agora usa mais tecnologia para ajudar a automatizar ou agilizar algumas partes do processo de acordos, que costumam exigir longas horas dos analistas.

“Além disso, estamos expandindo nossos esforços de terceirização e continuando a recrutar ativamente mais analistas e associados para gerenciar a demanda contínua dos clientes”, disse a empresa no memorando, e incentivou funcionários a enviarem referências para mais contratações.

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.