Banco Indusval aposta em renda fixa corporativa

A área de renda fixa corporativa será o foco do Banco Indusval & Partners em 2013, disse o copresidente da instituição, Jair Ribeiro. O banco aposta na área para melhorar sua rentabilidade, por meio da geração de receitas com comissões (fees). "Aumentar a rentabilidade é a prioridade do Indusval", disse Ribeiro. Segundo ele, a estratégia segue-se ao trabalho feito no último ano e meio de estruturação do banco para oferecer a seus clientes 54 novos produtos.

Sem apresentar guidance para a rentabilidade, Ribeiro disse que o ideal seria que atingisse entre 13% e 15% ao ano entre um ano e 18 meses. Atualmente, a rentabilidade do banco está em 6%.

Segundo ele, o banco pretende oferecer às empresas dos segmentos middle (empresas com receita entre RS 80 milhões e RS 400 milhões ao ano) e corporate (RS 400 milhões a RS 3 bilhões ao ano) serviços como reestruturação de dívida, sindicalização e colocação de produtos como Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRAs), Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRIs) e debêntures privadas e públicas. O Indusval tem em sua carteira 800 clientes middle e 220 clientes corporate, mas identificou outros 15 mil potenciais clientes middle e 1,5 mil corporate.

Em almoço com jornalistas para comemorar os 45 anos do Indusval, Ribeiro disse que além de aumentar a receita com comissões, o banco pretende gerar ativos de spreads mais elevados, retomando uma base um pouco maior de clientes de risco, dos quais o banco se afastou diante das incertezas recentes que afetaram o setor de bancos médios como um todo.

A joint venture com a Ceagro, anunciada nesta segunda-feira (03) e que permitirá ao banco atuar no financiamento do crédito agrícola, é outra aposta do Indusval para alavancar sua rentabilidade.

O banco não alterou suas projeções para o crescimento da economia e para a taxa de juro em 2013, apesar do desempenho abaixo do esperado do Produto Interno Bruto (PIB) no terceiro trimestre deste ano. O Indusval projeta expansão do PIB de 3,5% em 2013 e manutenção da Selic em 7,25%.

cotações recentes

 
Cotações recentes
Símbolo Preço Variação % Var 
Seus tickers vistos mais recentemente aparecerão aqui automaticamente se você digitou um ticker no campo "Inserir símbolo/empresa" na parte inferior deste módulo.
É necessário permitir os cookies do seu navegador para ver as cotações mais recentes.
 
Entre para ver as cotações nos seus portfólios.

Resumo do Mercado

  • Moedas
    Moedas
    NomePreçoVariação% Variação
    3,1098+0,0486+1,59%
    USDBRL=X
    3,2821+0,0442+1,37%
    EURBRL=X
    0,9472+0,0023+0,24%
    USDEUR=X
  • Commodities
    Commodities
    NomePreçoVariação% Variação

Destaques do Mercado

  • Líderes em Volume
    Líderes em Volume
    NomePreçoVariação% Variação
    31,51-0,14-0,44%
    VALE5.SA
    15,18-0,38-2,44%
    PETR4.SA
    4,93-0,10-1,99%
    USIM5.SA
    5,86+0,15+2,63%
    GOAU4.SA
    16,40-0,52-3,07%
    LAME4.SA
  • Altas %
    Altas %
    NomePreçoVariação% Variação
    10,89+1,29+13,44%
    TEKA4.SA
    4,18+0,45+12,06%
    BEES4.SA
    4,24+0,43+11,29%
    LFFE3.SA
    7,41+0,71+10,60%
    CRPG5.SA
    28,00+2,60+10,24%
    BRSR3.SA
  • Baixas %
    Baixas %
    NomePreçoVariação% Variação
    16,01-3,99-19,95%
    ITEC3.SA
    1,14-0,25-17,99%
    IGBR3.SA
    0,69-0,11-13,75%
    BBTG12.SA
    29,00-4,00-12,12%
    CEED3.SA
    3,33-0,45-11,90%
    CEDO4.SA