Mercado fechará em 1 h 29 min
  • BOVESPA

    106.860,31
    -2.081,37 (-1,91%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.849,49
    -1.749,89 (-3,39%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,27
    -2,87 (-3,37%)
     
  • OURO

    1.834,70
    +2,90 (+0,16%)
     
  • BTC-USD

    34.609,14
    -733,88 (-2,08%)
     
  • CMC Crypto 200

    782,48
    -28,12 (-3,47%)
     
  • S&P500

    4.235,68
    -162,26 (-3,69%)
     
  • DOW JONES

    33.240,92
    -1.024,45 (-2,99%)
     
  • FTSE

    7.297,15
    -196,98 (-2,63%)
     
  • HANG SENG

    24.656,46
    -309,09 (-1,24%)
     
  • NIKKEI

    27.588,37
    +66,11 (+0,24%)
     
  • NASDAQ

    13.777,00
    -649,50 (-4,50%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2491
    +0,0591 (+0,95%)
     

Banco digital alemão N26 terá negociação de criptomoedas ainda em 2022

·1 min de leitura

Uma das maiores fintechs europeias, com avaliação de US$ 9 bilhões (R$ 50,7 bilhões), o banco digital alemão N26 se prepara para comercializar criptomoedas e ações. A empresa deixou dois mercados críticos — os EUA e o Reino Unido — e agora planeja se voltar a seus negócios europeus, com novos produtos e serviços.

A saída do mercado americano ocorreu em novembro. Na época, o N26 anunciou produtos e serviços financeiros adicionais para os clientes europeus. Em entrevista ao Financial Times, Max Tayenthal, cofundador e coCEO do N26, diz que, apesar de ser pioneiro no segmento de fintechs na Europa, o banco passou por um retrocesso na diversificação de serviços em razão de suas ambições globais.

N26 vai se dedicar a criptoativos e ações (Imagem: Divulgação/N26)
N26 vai se dedicar a criptoativos e ações (Imagem: Divulgação/N26)

Ele conta que o N26 pretende começar a negociar criptoativos em 2022. Em seguida, deve vir uma corretora de ações. Por enquanto, não há detalhes sobre os recursos do produto relacionado ao comércio de criptoativos. O app móvel N26 ainda não oferece funcionalidades associadas a criptomoedas.

A empresa sofreu restrições do órgão regulador alemão, a Autoridade de Supervisão Financeira Federal (Bundesanstalt für Finanzdienstleistungs­aufsicht – BaFin), em maio de 2021, em razão da falta de controles de combate à lavagem de dinheiro. O BaFin decretou que o N26 não pode registrar mais de 50 mil clientes por mês. Em 2021, a média mensal foi de 170 mil novos clientes.

Tayenthal descreve o limite de clientes como uma restrição importante para o crescimento da fintech, que é financiada por investidores. Segundo ele, a empresa espera que a condição seja suspensa no terceiro trimestre de 2022.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos