Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.575,47
    +348,38 (+0,32%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    41.674,30
    -738,17 (-1,74%)
     
  • PETROLEO CRU

    45,53
    -0,18 (-0,39%)
     
  • OURO

    1.788,10
    -23,10 (-1,28%)
     
  • BTC-USD

    18.116,21
    +348,15 (+1,96%)
     
  • CMC Crypto 200

    333,27
    -4,23 (-1,25%)
     
  • S&P500

    3.638,35
    +8,70 (+0,24%)
     
  • DOW JONES

    29.910,37
    +37,90 (+0,13%)
     
  • FTSE

    6.367,58
    +4,65 (+0,07%)
     
  • HANG SENG

    26.894,68
    +75,23 (+0,28%)
     
  • NIKKEI

    26.644,71
    +107,40 (+0,40%)
     
  • NASDAQ

    12.257,50
    +105,25 (+0,87%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3746
    +0,0347 (+0,55%)
     

Banco Central do Canadá mantém taxa referencial de juros em 0,25% ao ano

Rafael Vazquez
·1 minuto de leitura

Autoridade monetária declarou que a economia do país não se recuperará do impacto da pandemia de covid-19 até 2023 Pixabay O Banco Central do Canadá manteve a taxa referencial de juros do país, a taxa overnight, em 0,25% ao ano na decisão de política monetária desta quarta-feira. A entidade também manteve a taxa de depósito em 0,25% e a taxa de desconto em 0,50%. No comunicado da decisão, o BC canadense declarou que a economia do país não se recuperará do impacto da pandemia de covid-19 até 2023, sugerindo que manterá as taxas perto de zero nos próximos anos. “À medida que a economia se recupera, continuará a exigir um apoio extraordinário da política monetária. O Conselho manterá a taxa de juros básica no limite inferior efetivo até que a folga econômica seja absorvida, de modo que a meta de inflação de 2% seja alcançada de forma sustentável”, diz o comunicado. “Em nossa projeção atual, isso não acontecerá até 2023”, reforçou.