Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.880,82
    +1.174,91 (+0,97%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.219,26
    +389,95 (+0,80%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,51
    +1,69 (+2,65%)
     
  • OURO

    1.844,00
    +20,00 (+1,10%)
     
  • BTC-USD

    50.050,14
    +831,62 (+1,69%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.398,33
    +39,77 (+2,93%)
     
  • S&P500

    4.173,85
    +61,35 (+1,49%)
     
  • DOW JONES

    34.382,13
    +360,68 (+1,06%)
     
  • FTSE

    7.043,61
    +80,28 (+1,15%)
     
  • HANG SENG

    28.027,57
    +308,90 (+1,11%)
     
  • NIKKEI

    28.084,47
    +636,46 (+2,32%)
     
  • NASDAQ

    13.398,00
    +297,75 (+2,27%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4040
    -0,0085 (-0,13%)
     

Banco Central autoriza compra da Easynvest pelo Nubank

Rui Maciel
·2 minuto de leitura

O Nubank anunciou nesta terça-feira (04) que recebeu a aprovação do Banco Central (BC) para a compra da corretora digital Easynvest, que fora anunciada em setembro do ano passado. Com o sinal verde da autoridade financeira, as duas empresas darão prosseguimento ao processo de conclusão do negócio. Os valores da transação não foram divulgados, mas sabe-se que houve troca de ações, bem como uma parte da compra será feita em dinheiro.

Atualmente, a Easynvest conta com mais de 1,5 milhão de clientes e R$ 26 bilhões de ativos sob custódia. Antes da aprovação pelo BC, o Nubank já havia recebido o aval do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) em novembro de 2020. De acordo com a fintech, o processo de análise e o sinal verde dado pelos dois reguladores transcorreu sem quaisquer restrições ou apontamentos.

Integração 

Enquanto as autoridades governamentais finalizam a aprovação da operação de compra, Nubank e Easynvest já seguiam com o plano de transição e integração dos serviços, feito conjuntamente. Por enquanto, as plataformas permanecem operando de forma independente, com experiências, aplicativos e centrais de atendimento distintos.

A aprovação da aquisição da Easynvest deve acelerar a entrada do Nubank no setor de investimentos. Em abril último, o banco digital já havia anunciado sua primeira experiência na área, com o início dos testes de três fundos multimercado. Para facilitar a jornada dos interessados, mas que ainda são leigos no assunto, processo é feito 100% via aplicativo para a definição de perfil, valor do aporte, monitoramento e pedido de resgate. As aplicações podem ser feitas a partir de R$ 1,00, sendo que a tomada de decisões é auxiliada a partir da curadoria dos produtos feita pelo time de Gestão de Ativos da fintech.

Com o sinal verde do BC, o Nubank passará a ter sob o mesmo guarda-chuva desde produtos básicos – como conta digital e cartão de débito e crédito –, até ações e opções mais sofisticadas de renda variável para investimentos.

Leia também:

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: