Mercado fechará em 2 h 20 min
  • BOVESPA

    125.441,94
    +829,91 (+0,67%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.170,38
    +259,85 (+0,51%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,46
    +0,81 (+1,13%)
     
  • OURO

    1.799,30
    -0,50 (-0,03%)
     
  • BTC-USD

    39.332,62
    +1.529,66 (+4,05%)
     
  • CMC Crypto 200

    924,03
    -5,90 (-0,63%)
     
  • S&P500

    4.393,38
    -8,08 (-0,18%)
     
  • DOW JONES

    34.921,80
    -136,72 (-0,39%)
     
  • FTSE

    7.016,63
    +20,55 (+0,29%)
     
  • HANG SENG

    25.473,88
    +387,45 (+1,54%)
     
  • NIKKEI

    27.581,66
    -388,56 (-1,39%)
     
  • NASDAQ

    14.967,00
    +19,25 (+0,13%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1112
    +0,0028 (+0,05%)
     

Banco Central adia segunda fase do open banking para agosto

·2 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Banco Central (BC) adiou para o dia 13 de agosto o início da segunda fase do open banking, que estava prevista para começar nesta quinta-feira (15). Nessa fase, os clientes podem começar a pedir às instituições participantes o compartilhamento de seus dados cadastrais e informações sobre transações em contas, cartão de crédito e produtos de crédito contratados.

Segundo nota do BC divulgada nesta quarta (14), a alteração na data ocorre porque as instituições participantes ainda estão finalizando testes necessários para registro de suas APIs —conjuntos de protocolos que permitem a um sistema se conectar com outro para consumir dados de maneira padronizada. Será por meio desses mecanismos que funcionará o compartilhamento de dados do open banking.

É o segundo adiamento no cronograma de implementação do projeto. No ano passado, o começo da primeira fase, previsto para 30 de novembro, também sofreu alteração —no caso, para 1º de fevereiro deste ano. A razão na época foi a pressão do setor bancário.

A proposta do open banking é adaptar a oferta de produtos e serviços ao perfil de cada cliente, a custos mais acessíveis e de forma mais ágil e segura.

O compartilhamento de dados só poderá ser feito com a autorização expressa do cliente e sempre para finalidades determinadas e por um prazo específico. Caso queira, o cliente também poderá cancelar essa autorização a qualquer momento e em qualquer uma das instituições envolvidas.

*

NOVO CRONOGRAMA DE IMPLEMENTAÇÃO DO OPEN BANKING NO BRASIL

1º de fevereiro de 2021 - Fase 1

Compartilhamento de dados das instituições participantes sobre seus canais de atendimento e produtos e serviços mais comuns, relacionados a contas de depósito à vista, poupança, contas de pagamento pré-pagas e operações de crédito

13 de agosto de 2021 - Fase 2

Compartilhamento de dados cadastrais e transacionais entre as instituições participantes

30 de agosto de 2021 - Fase 3

Compartilhamento de dados de serviços de iniciação de transações de pagamento e possibilidade de encaminhamento de propostas de operações de crédito

15 de dezembro de 2021 - Fase 4

Compartilhamento de dados sobre demais operações, como câmbio, investimentos, previdência e seguros​

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos