Mercado abrirá em 7 h 26 min
  • BOVESPA

    100.552,44
    +12,44 (+0,01%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    38.669,25
    +467,45 (+1,22%)
     
  • PETROLEO CRU

    39,82
    -0,21 (-0,52%)
     
  • OURO

    1.916,40
    -13,10 (-0,68%)
     
  • BTC-USD

    12.737,61
    +1.680,61 (+15,20%)
     
  • CMC Crypto 200

    255,42
    +10,53 (+4,30%)
     
  • S&P500

    3.435,56
    -7,56 (-0,22%)
     
  • DOW JONES

    28.210,82
    -97,98 (-0,35%)
     
  • FTSE

    5.776,50
    -112,72 (-1,91%)
     
  • HANG SENG

    24.699,11
    -55,31 (-0,22%)
     
  • NIKKEI

    23.462,78
    -104,22 (-0,44%)
     
  • NASDAQ

    11.618,75
    -72,50 (-0,62%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6413
    -0,0087 (-0,13%)
     

Banco do BRICS mira emitir até US$ 7 bilhões em dívida neste ano

Bloomberg News
·2 minutos de leitura

(Bloomberg) -- O banco supranacional criado pelo BRICS pretende voltar ao mercado de títulos no próximo trimestre e levantar de US$ 6 bilhões a US$ 7 bilhões neste ano para combater o coronavírus, disse uma autoridade do banco na quarta-feira.

“O que prometemos é: durante o curso deste ano, disponibilizaremos aos nossos países membros US$ 10 bilhões em apoio relacionado à saúde para combater a pandemia”, disse Leslie Maasdorp, vice-presidente e diretor financeiro do Novo Banco de Desenvolvimento, em entrevista por telefone.

Ele acrescentou que a instituição tem uma base de investidores de alta qualidade e de longo prazo, como bancos centrais, que responderam por 66% da demanda total dos US$ 2 bilhões em títulos de cinco anos emitidos durante a noite, incluindo o Banco Popular da China e a Autoridade Monetária de Hong Kong.

A mais recente oferta em dólar do banco ocorre em meio à expansão das emissões globais, quando empresas tentam aproveitar o ambiente de juros baixos.

O Novo Banco de Desenvolvimento agora tem cinco títulos em circulação denominados em yuan, totalizando 13 bilhões de yuans (US$ 1,9 bilhão), dois dos quais foram emitidos em abril e julho, respectivamente, segundo dados compilados pela Bloomberg. Além dos US$ 2 bilhões em títulos emitidos durante a noite, o banco vendeu em junho US$ 1,5 bilhão em títulos com vencimento em 2023.

O banco também planeja um novo programa de títulos panda de 20 bilhões de yuans na China, o que permitirá várias emissões de títulos denominados em yuan nos próximos 18 meses a dois anos, disse Maasdorp.

Com sede em Xangai, o NBD atende países que fazem parte do BRICS: Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul. Atualmente, a instituição tem carteira total de US$ 21 bilhões, de acordo com Maasdorp.

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2020 Bloomberg L.P.