Mercado abrirá em 14 mins
  • BOVESPA

    111.716,00
    -2.354,00 (-2,06%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.395,94
    -928,96 (-2,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    78,24
    -0,50 (-0,64%)
     
  • OURO

    1.649,50
    -6,10 (-0,37%)
     
  • BTC-USD

    18.924,56
    -173,24 (-0,91%)
     
  • CMC Crypto 200

    433,92
    -10,62 (-2,39%)
     
  • S&P500

    3.693,23
    -64,76 (-1,72%)
     
  • DOW JONES

    29.590,41
    -486,29 (-1,62%)
     
  • FTSE

    6.977,27
    -41,33 (-0,59%)
     
  • HANG SENG

    17.855,14
    -78,13 (-0,44%)
     
  • NIKKEI

    26.431,55
    -722,28 (-2,66%)
     
  • NASDAQ

    11.330,00
    -46,75 (-0,41%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1439
    +0,0463 (+0,91%)
     

Banco do Brasil renegocia dívida do Fies a partir desta quinta (1º)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Banco do Brasil começa nesta quinta (1º) a renegociar dívidas do financiamento estudantil do Fies (Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior).

Para regularizar os débitos é preciso ter contratado o Fies até o segundo semestre de 2017, ter parcelas em atraso acima de 90 dias em 30 de dezembro de 2021 e não ter aderido a renegociação anterior.

Quem está com as mensalidades em dia também poderá participar da negociação para quitar o saldo devedor, em parcela única, com desconto de 12% sobre o valor restante do contrato.

A contratação dos descontos e parcelamentos é feita pelo App BB no menu Solução de Dívidas, opção Renegociação Fies e, depois, Renegociar parcelas. Se for preciso, é possível ir até uma das agências da rede.

O prazo termina em 31 de dezembro deste ano.

DESCONTOS E REQUISITOS

O banco oferece opções de liquidação ou parcelamento da dívida. Para os contratos com mais de 90 dias em atraso será concedido desconto de 100% dos encargos por atraso e de 12% do valor principal se o pagamento for feito à vista.

Há, ainda, a opção de parcelamento em até 150 prestações mensais, com desconto de 100% de encargos por atraso, segundo o Banco do Brasil.

Para os estudantes em atraso há menos de cinco anos e vinculados ao Cadastro Único, ou que tenham sido beneficiários do Auxílio Emergencial 2021, é possível solicitar descontos de 92% do valor saldo da dívida, mediante liquidação integral do saldo devedor.

Neste caso também é possível quitar o saldo devedor em até 15 prestações mensais e sucessivas, corrigidas pela Selic.

Quem tem atrasos há mais de cinco anos, com adesão ao Cadastro Único e/ou que tenha sido beneficiário do Auxílio Emergencial 2021 tem desconto de 99% do saldo total da dívida, mediante liquidação integral do saldo devedor. Outra opção, de acordo com o Banco do Brasil, é a liquidação do saldo devedor em até 15 prestações mensais e sucessivas, corrigidas pela Selic.

Para os demais casos, o desconto autorizado é de 77% do saldo total da dívida, inclusive do principal, mediante liquidação integral do saldo devedor, com a possibilidade de quitar o débito em até 15 prestações mensais e sucessivas, corrigidas pela Selic.

FIANÇA

Estudantes com garantia por fiança convencional ou solidária que queiram aderir ao parcelamento em até 150 meses devem fazer o pedido nas agências do BB.

Outras informações podem ser obtidas pelo site bb.com.br/fies ou WhatsApp (61) 4004-0001 e Central de Atendimento BB no telefone 0800-729-0001.