Mercado fechará em 3 h 28 min
  • BOVESPA

    113.612,36
    +329,69 (+0,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.516,49
    +410,78 (+0,80%)
     
  • PETROLEO CRU

    75,33
    +1,35 (+1,82%)
     
  • OURO

    1.753,60
    +1,90 (+0,11%)
     
  • BTC-USD

    43.293,49
    -103,70 (-0,24%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.074,94
    -26,58 (-2,41%)
     
  • S&P500

    4.446,01
    -9,47 (-0,21%)
     
  • DOW JONES

    34.936,89
    +138,89 (+0,40%)
     
  • FTSE

    7.063,40
    +11,92 (+0,17%)
     
  • HANG SENG

    24.208,78
    +16,62 (+0,07%)
     
  • NIKKEI

    30.240,06
    -8,75 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    15.166,50
    -152,25 (-0,99%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2649
    +0,0093 (+0,15%)
     

Banco de Brasília fará oferta subsequente de units

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO (Reuters) - O Banco de Brasília (BRB) pediu registro para realizar uma oferta subsequente de units, em busca de recursos para ampliar sua oferta de crédito e investir em tecnologia, enquanto o governo do Distrito Federal também aproveitará a operação para vender uma fatia no negócio.

Segundo o prospecto preliminar da oferta registrado nesta sexta-feira na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a operação será conduzida por Itaú BBA, BTG Pactual e Citi.

Embora listado, o BRF tem pouca liquidez, dado que 80,3% do capital (75,4% das ações ordinárias e 96,9% das preferenciais) estão nas mãos do governo do Distrito Federal.

A instituição diz no prospecto que enxerga "avenidas de crescimento" em mercados de nicho, que vão desde financiamento agrícola a bilhetagem eletrônica de ônibus.

(Por Aluísio Alves)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos