Mercado fechado
  • BOVESPA

    128.057,22
    -1.202,27 (-0,93%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.202,80
    -376,30 (-0,74%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,06
    -1,09 (-1,51%)
     
  • OURO

    1.774,30
    -87,10 (-4,68%)
     
  • BTC-USD

    37.602,16
    -1.000,55 (-2,59%)
     
  • CMC Crypto 200

    934,41
    -35,46 (-3,66%)
     
  • S&P500

    4.221,86
    -1,84 (-0,04%)
     
  • DOW JONES

    33.823,45
    -210,22 (-0,62%)
     
  • FTSE

    7.153,43
    -31,52 (-0,44%)
     
  • HANG SENG

    28.558,59
    +121,75 (+0,43%)
     
  • NIKKEI

    29.018,33
    -272,68 (-0,93%)
     
  • NASDAQ

    14.187,75
    +206,50 (+1,48%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9844
    -0,0776 (-1,28%)
     

Banco BBVA e sindicatos acordam corte de cerca de 3.000 empregos na Espanha

·1 minuto de leitura
Um cartaz diz "BBVA Não" durante um protesto dos funcionários do banco BBVA contra as demissões, em 2 de junho de 2021 em Madri

O banco BBVA, o segundo da Espanha, e os sindicatos concordaram definitivamente em eliminar 2.935 empregos, quase 900 a menos do que os inicialmente propostos pela entidade, anunciaram as duas partes nesta terça-feira (8).

"O ajuste afetará 2.935 pessoas no final das contas", disse em um comunicado o BBVA, que apresentou um plano no final de abril para cortar 3.800 empregos na Espanha.

As vagas eliminadas pelo acordo, que também prevê o fechamento de 480 escritórios, representam 10% de sua força de trabalho, informou o banco.

Após semanas de negociações, chegou-se a um texto "que se destaca positivamente dos firmados nos últimos tempos no setor", parabenizou o sindicato das Comissões de Trabalhadores em nota, que atribuiu que o banco "acabou cedendo" às suas “mobilizações, paralisações e greves” realizadas.

A reestruturação do BBVA ocorre em um momento de destruição de empregos no setor bancário espanhol, um fenômeno que começou anos atrás, mas se acelerou com a pandemia da covid-19.

O CaixaBank anunciou em abril sua intenção de cortar quase 8.300 funcionários após ter absorvido o Bankia.

O Banco Sabadell cortou mais de 1.800 empregos em 2020 e, no mesmo ano, o Santander, principal banco espanhol com carteira internacional, anunciou que queria reduzir sua força de trabalho em 3.500 trabalhadores.

Depois que o lucro líquido do BBVA despencou 63% em 2020 devido à pandemia, o banco, que tem seu principal mercado no México, anunciou um lucro líquido de 1,21 bilhão de euros (1,465 bilhão de dólares) no primeiro trimestre desde ano.

du/ap/mvv

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos