Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.812,87
    +105,11 (+0,09%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.729,80
    -4,24 (-0,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    90,64
    +0,14 (+0,15%)
     
  • OURO

    1.771,80
    +0,60 (+0,03%)
     
  • BTC-USD

    23.368,03
    +42,60 (+0,18%)
     
  • CMC Crypto 200

    558,74
    +1,01 (+0,18%)
     
  • S&P500

    4.283,74
    +9,70 (+0,23%)
     
  • DOW JONES

    33.999,04
    +18,72 (+0,06%)
     
  • FTSE

    7.541,85
    +26,10 (+0,35%)
     
  • HANG SENG

    19.763,91
    -158,54 (-0,80%)
     
  • NIKKEI

    28.942,14
    -280,63 (-0,96%)
     
  • NASDAQ

    13.526,25
    +3,00 (+0,02%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2349
    -0,0243 (-0,46%)
     

Bancário demitido por ser ‘velho’ aos 55 ganha indenização de R$ 17,5 milhões

Niels Kirk, ex-diretor do banco de energia do Citi, foi demitido aos 55 anos (Getty Image)
Niels Kirk, ex-diretor do banco de energia do Citi, foi demitido aos 55 anos (Getty Image)
  • Ex-diretor do banco de energia do Citi alegou que foi demitido por ser "velho demais"

  • Trabalhador entrou na justiça alegando discriminação no trabalho

  • Defesa recorreu da decisão após pagamento de indenização

Com qual idade uma pessoa é considerada "velha demais" para trabalhar? Aos 89 anos? Talvez aos 70? Quem sabe aos 90? Niels Kirk, ex-diretor do banco de energia do Citi, foi demitido com essa justificativa. No entanto, o ex-bancário tinha apenas 55 anos.

O trabalhador entrou na justiça e chegou a receber quase £ 2,7 milhões (US$ 3,2 milhões ou R$ 17,5 milhões) com uma ação de demissão injusta. No entanto, o Tribunal de Apelação do Reino Unido ordenou que o caso fosse reavaliado.

Na decisão, a Justiça firmou que o Tribunal do Trabalho precisava reconsiderar se a demissão foi motivada pelo preconceito. Durante o processo, os advogados do Citi recorreram da decisão no Employment Appeal Tribunal. A defesa dizia que o argumento não era válido, já que um colega do funcionário demitido tem 51 anos.

Os juízes de então decidiram que o tribunal inferior não deu a devida consideração à evidência do Citi da comparação entre Kirk e a idade de seu colega.

Kirk trabalhou na instituição por 26 anos. Ele recebeu o pagamento após o juiz decidir que ele não recebeu nenhum aviso sobre uma reestruturação proposta.

A acusação alegou que ele foi vítima de comentários preconceituosos. Um dos chefes teria dito que o colaborador era “muito velho e determinado nos caminhos”, no sentido de que, conforme envelhece, estaria menos disposto a mudar as atitudes.

Um porta-voz do Citi comunicou estar “satisfeito” com a decisão e que “revoga a decisão do tribunal de que a demissão de Kirk foi discriminatória com base na idade”.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos