Mercado abrirá em 7 h 54 min
  • BOVESPA

    106.247,15
    -2.542,18 (-2,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.394,03
    -1.070,00 (-2,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,66
    +1,07 (+0,98%)
     
  • OURO

    1.813,50
    -2,40 (-0,13%)
     
  • BTC-USD

    29.088,70
    -734,37 (-2,46%)
     
  • CMC Crypto 200

    648,12
    -22,56 (-3,36%)
     
  • S&P500

    3.923,68
    -165,17 (-4,04%)
     
  • DOW JONES

    31.490,07
    -1.164,52 (-3,57%)
     
  • FTSE

    7.438,09
    -80,26 (-1,07%)
     
  • HANG SENG

    20.179,30
    -464,98 (-2,25%)
     
  • NIKKEI

    26.420,46
    -490,74 (-1,82%)
     
  • NASDAQ

    11.941,25
    +5,75 (+0,05%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2363
    +0,0180 (+0,34%)
     

Balanços positivos e bancos impulsionam ações europeias

Bolsa de Paris

Por Sruthi Shankar e Shreyashi Sanyal

(Reuters) - As ações europeias subiram nesta terça-feira após uma série de balanços positivos, enquanto papéis bancários avançaram com os rendimentos de títulos governamentais atingindo novas máximas em antecipação a aumentos mais rápidos das taxas de juros pelos bancos centrais globais para combater a inflação.

O índice pan-europeu STOXX 600 subiu 0,53%, a 446,20 pontos, e recuperou-se de uma "queda relâmpago" no pregão anterior causada por uma única ordem de venda do Citigroup Inc.

O setor de petróleo e gás saltou 4,1% para liderar os ganhos entre os setores europeus, impulsionado pela BP, que subiu 5,8%, com um forte desempenho operacional na esteira de preços altos de petróleo e gás que ajudaram a empresa de energia britânica a intensificar as recompras de ações.

Setores economicamente sensíveis, como bancos e montadoras avançaram cerca de 2% cada e lideraram os ganhos no início do pregão, após os retornos dos títulos alemães de 10 anos atingirem 1% pela primeira vez desde junho de 2015.

"A narrativa até agora este ano tem sido muito impulsionada pela inflação e pelas taxas de juros. O que os mercados estão tentando avaliar agora é uma desaceleração no crescimento global e qual o impacto que isso tem na política monetária daqui para frente", disse Dan Boardman-Weston, chefe diretor executivo da BRI Wealth Management.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançava 0,22%, a 7.561,33 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subia 0,72%, a 14.039,47 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhava 0,79%, a 6.476,18 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib tinha valorização de 1,61%, a 24.242,25 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrava alta de 1,83%, a 8.590,20 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizava-se 0,33%, a 5.883,42 pontos.

((Tradução Redação Brasília)) REUTERS VB CMO

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos