Mercado fechado

Balança comercial tem déficit de US$ 630 milhões na 4ª semana de novembro

Valor

Saldo é resultado de US$ 2,666 bilhões em exportações e US$ 3,296 bilhões em importações; no mês, o déficit acumulado é de US$ 1,099 bilhão A balança comercial brasileira registrou déficit de US$ 630 milhões na quarta semana de novembro. O valor é resultado de exportações no valor de US$ 2,666 bilhões e de US$ 3,296 bilhões em importações. Em novembro, o déficit acumulado é de US$ 1,099 bilhão e, no ano, o resultado está positivo em US$ 33,822 bilhões.

As exportações acumuladas em novembro, até a quarta semana, caíram 38,4%, considerando a média diária, para US$ 645,4 milhões. As três categorias de produtos tiveram retração nos embarques, lideradas pelos manufaturados (-46,1% para US$ 227,1 milhões). Nesse grupo, os destaques foram gasolina, laminados planos de ferro/aço, máquinas e aparelhos para terraplenagem, partes de motores e turbinas para aviação e veículos de carga. A exportação de semimanufaturados caiu 37,8% para US$ 79,9 milhões, por conta de semimanufaturados de ferro/aço, celulose, açúcar em bruto, ouro em formas semimanufaturadas e ferro-ligas. A venda de básicos recuou 31,9% para US$ 338,5 milhões, por conta, principalmente, de petróleo em bruto, minério de ferro, soja em grãos, café em grãos e farelo de soja.

A média diária de importações até a quarta semana de novembro caiu 14,8% para US$ 718,7 milhões. Nesse comparativo, reduziram os gastos, principalmente, com adubos e fertilizantes (-22,4%), químicos orgânicos e inorgânicos (-17,4%), veículos automóveis e partes (-15,0%), instrumentos de ótica e precisão (-9,1%) e equipamentos eletroeletrônicos (-4,1%).