Mercado fechado

Baixa pré-venda do iPhone 14 Plus sugere erro na estratégia da Apple

Diferentes modelos do iPhone 14 no evento de lançamento da Apple (AP Photo/Jeff Chiu)
Diferentes modelos do iPhone 14 no evento de lançamento da Apple (AP Photo/Jeff Chiu)
  • Falta de um modelo Mini pode impactar negativamente na receita da empresa;

  • Análise foi feita por Ming-Chi Kuo, famoso analista de produtos da Apple;

  • iPhone 14 e 14 Pro virá somente nos modelos tradicionais e maiores (Plus e Max).

A Apple estaria surpresa com o número "significativamente abaixo do esperado" pelo modelo Plus do iPhone 14, afirmou um renomado analista da empresa Ming-Chi Kuo, que foi uma das principais fontes de informações certeiras sobre o novo modelo de smartphone antes de seu lançamento.

Em uma publicação em seu perfil no Medium, Kuo afirmou que o baixo número de modelos já encomendados do iPhone 14 Plus aponta para uma falha na estratégia da Apple de segmentação de produtos, em especial, a ausência do modelo Mini.

A Apple optou para este modelo, oferecer o aparelho básico do iPhone nas versões de tamanho normal e "Plus", uma mudança no que ela vinha fazendo nos últimos anos, quando também produzia uma versão menor, a "Mini".

Ming-Chi Kuo, que é um analista da TF International Securities analisou os primeiros indicadores de pré-encomendas da nova linha de iPhones da Apple, concluindo que o iPhone 14 Pro Max e o Pro estão mostrando resultados "bons" e "neutros", respectivamente. No entanto, as encomendas para os dois modelos padrão, o iPhone 14 e 14 Plus, estão "ruins", de acordo com Kuo.

“O resultado da pré-venda deste novo produto é significativamente menor do que o esperado, o que significa que a estratégia de segmentação de produtos da Apple para modelos padrão falha este ano”, disse Kuo sobre o iPhone 14 Plus.

Os novos modelos de iPhone ficaram disponíveis para pré-venda no dia 9 de setembro, com o iPhone 14, iPhone 14 Pro e iPhone 14Pro Max sendo lançados no dia 16, enquanto o Plus fica disponível somente um pouco mais tarde, no dia 7 de outubro.

No entanto, essa diferença de tempo de entrega não é suficiente para explicar a baixa taxa de encomendas, afirmou Kuo, uma vez que esse tempo é ainda menor do que as estimativas do iPhone 13 Mini quando este foi anunciado.

Se a demanda pelo iPhone 14 e 14 Plus não melhorar, Kuo disse que a Apple provavelmente cortará as previsões de remessa para os dois telefones a partir de novembro. Se isso acontecer, Kuo disse que poderia atrapalhar o crescimento da receita da empresa.