Mercado abrirá em 9 h 48 min
  • BOVESPA

    129.259,49
    -831,51 (-0,64%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.579,10
    -329,10 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,51
    -0,64 (-0,89%)
     
  • OURO

    1.825,10
    -36,30 (-1,95%)
     
  • BTC-USD

    38.816,12
    -1.071,93 (-2,69%)
     
  • CMC Crypto 200

    965,69
    -26,78 (-2,70%)
     
  • S&P500

    4.223,70
    -22,89 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.033,67
    -265,63 (-0,77%)
     
  • FTSE

    7.184,95
    +12,47 (+0,17%)
     
  • HANG SENG

    28.463,04
    +26,20 (+0,09%)
     
  • NIKKEI

    28.906,75
    -384,26 (-1,31%)
     
  • NASDAQ

    13.911,25
    -70,00 (-0,50%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0771
    +0,0151 (+0,25%)
     

Bailey, do BC britânico, diz que ficaria preocupado se pressões inflacionárias se espalhassem

·1 minuto de leitura
Presidente do Banco da Inglaterra, Andrew Bailey

LONDRES (Reuters) - O Banco da Inglaterra precisaria repensar sua postura de política monetária se as pressões inflacionárias se espalhassem além de um punhado de setores que estão apresentando gargalos devido à pandemia de coronavírus, disse o presidente Andrew Bailey nesta segunda-feira.

"Se víssemos sinais de que a pressão de preços está se tornando mais generalizada, então, para mim, isso seria um sinal que nos levaria a avaliar onde estamos em termos de orientação e em que ponto ela é válida", disse ele.

"Teremos que olhar as raízes das evidências de inflação com muito cuidado a partir de agora”, acrescentou.

(Por David Milliken)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos