Mercado fechado
  • BOVESPA

    100.774,57
    -1.140,88 (-1,12%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.007,16
    +308,44 (+0,62%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,71
    -0,47 (-0,71%)
     
  • OURO

    1.783,10
    +6,60 (+0,37%)
     
  • BTC-USD

    56.891,62
    -544,24 (-0,95%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.442,71
    -26,37 (-1,79%)
     
  • S&P500

    4.513,04
    -53,96 (-1,18%)
     
  • DOW JONES

    34.022,04
    -461,68 (-1,34%)
     
  • FTSE

    7.168,68
    +109,23 (+1,55%)
     
  • HANG SENG

    23.658,92
    +183,66 (+0,78%)
     
  • NIKKEI

    27.935,62
    +113,86 (+0,41%)
     
  • NASDAQ

    15.858,75
    -291,75 (-1,81%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4461
    +0,0761 (+1,19%)
     

Bahia Juniors Cup chega à 36ª edição com atletas de nove países

·2 min de leitura


Depois de um ano de ausência por conta da pandemia, o tradicional evento do Bahia Juniors Cup está de volta para sua 36ª edição entre os dias 30 de outubro e 6 de novembro em Salvador, na Bahia. O torneio conta pontos para o ranking mundial juvenil da Federação Internacional de Tênis e tem o apoio da Federação Bahiana de Tênis.

A competição deste ano será disputada no Clube Bahiano de Tênis e também na Associação Atlética da Bahia, nos vizinhos bairros da Graça e da Barra e terão 240 atletas de todo o território nacional e ao todo de nove países. Além do Brasil há atletas inscritos da Sérvia, Rússia, Estados Unidos, Canadá, Argentina, Colômbia, Chile e da Bolívia.


Ao todo serão disputadas quatro categorias. A principal, até 18 anos, conta com pontos para o ranking mundial, a seguir as categorias 14 e 16 anos contam pontos para o ranking sul-americano do Cosat e a 12 anos contabilizando para o ranking nacional da Confederação Brasileira de Tênis.


O Bahia Juniors Cup é celeiro de grandes nomes do tênis brasileiro. Já disputaram a competição nomes como Gustavo Kuerten, campeão em 1993 na categoria 16 anos sobre o talento baiano Duda Catharino Gordilho em batalha de três sets, Fernando Meligeni, André Sá, o ex-número 1 do mundo de duplas, Marcelo Melo, Teliana Pereira e mais recentemente João Menezes, Medalha de Ouro dos Jogos Pan-Americanos em Lima, no Peru, e que disputou os Jogos Olímpicos de Tóquio, no Japão. O baiano Natan Rodrigues e o catarinense Pedro Boscardin, que chegaram ao top 10 juvenil disputando os Grand Slams, fizeram a estrelada final na temporada 2018 com triunfo do tenista local.


"Estamos muito felizes em poder resgatar o Bahia Juniors Cup após um ano sem poder realizar a competição. Aqui nascem várias estrelas do tênis nacional e é uma satisfação poder dar essa oportunidade aos novos nomes que estão surgindo", disse Duda Catharino, diretor da competição.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos