Mercado fechará em 3 h 51 min
  • BOVESPA

    108.772,34
    +1.393,42 (+1,30%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    42.502,91
    +235,71 (+0,56%)
     
  • PETROLEO CRU

    44,52
    +1,46 (+3,39%)
     
  • OURO

    1.803,10
    -34,70 (-1,89%)
     
  • BTC-USD

    19.338,24
    +886,28 (+4,80%)
     
  • CMC Crypto 200

    381,12
    +11,37 (+3,08%)
     
  • S&P500

    3.610,17
    +32,58 (+0,91%)
     
  • DOW JONES

    29.960,72
    +369,45 (+1,25%)
     
  • FTSE

    6.417,24
    +83,40 (+1,32%)
     
  • HANG SENG

    26.588,20
    +102,00 (+0,39%)
     
  • NIKKEI

    26.165,59
    +638,22 (+2,50%)
     
  • NASDAQ

    11.923,25
    +18,00 (+0,15%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4084
    -0,0319 (-0,50%)
     

Bahia faz jogo pouco ofensivo e perde para o Melgar em Lima

Futebol Latino
·3 minuto de leitura
Brazil's Bahia player Juninho Capixaba (R) and Peru's Melgar player, Argentine Emanuel Amoroso vie for the ball during their closed-door Copa Sudamericana second round football match at the National Stadium in Lima, on October 29, 2020, amid the COVID-19 novel coronavirus pandemic. (Photo by ERNESTO BENAVIDES / AFP) (Photo by ERNESTO BENAVIDES/AFP via Getty Images)
Juninho Capixaba e Amoroso disputam lance (ERNESTO BENAVIDES/AFP via Getty Images)

Atuando diante do Melgar no Estádio Nacional, em Lima, o Bahia foi derrotado por 1 a 0 em partida válida pela ida na segunda fase da Copa Sul-Americana onde demonstrou poucas ações de ataque e tomou o gol já na reta final.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

Como não marcou sendo visitante, elemento de desempate na Sula, agora a equipe de Mano Menezes precisará marcar dois ou mais gols de diferença para seguir adiante no tempo normal. Aos peruanos, qualquer empate ou mesmo revés com placares superiores a 2 a 1, desde que com apenas um tento de desvantagem, é suficiente para a classificação.

PROPOSTAS DEFINIDAS

Enquanto os peruanos tentavam ditar a dinâmica da partida, porém acabavam parando na linha defensiva bem postada do Esquadrão, o time de Salvador claramente tentava acionar a velocidade principalmente de Rossi no lado direito do ataque para que, por sua vez, Gilberto fosse mais participativo e recebesse mais bola em condições de finalizar.

Leia também:

Todavia, tanto de um lado como de outro faltava maior eficiência na aplicação prática, algo que afetava diretamente em um jogo com muitos erros de passe e disputado, essencialmente, entre as intermediárias. Tanto é que a única finalização mais aguda foi a batida onde Joel Amoroso se aproveitou do erro cometido por Gregore e bateu de fora da área, forçando Douglas Friedrich a espalmar.

Para o Bahia, a única oportunidade mais assertiva conseguida no seu trabalho de velocidade nas costas da defesa adversária surgiu quando Juninho Capixaba teve espaço para cruzar e, depois da bola passar por Gilberto, Rossi chegou completando bola que passou do lado da trave esquerda do goleiro Cáceda.

MAIS DO MESMO

Os dois times não abriram mão no segundo tempo do que já faziam nos primeiros 45 minutos onde, no aspecto do aproveitamento, a partida não teve uma significativa alteração. Com a coincidência, inclusive, da primeira melhor jogada por parte do Esquadrão na etapa complementar ter aparecido justamente em nova subida pela esquerda de Juninho Capixaba. Porém, dessa vez, faltou o complemento e a bola passou por toda a extensão da grande área.

QUANDO SUBIU O TOM...

Na reta final da partida, foi possível notar uma postura mais avançada do sistema de marcação do Esquadrão onde o time brasileiro conseguiu elencar duas boas chegadas onde Saldanha parou em Cáceda e errou chute claro quase na pequena área.

Todavia, foi errando no momento da transição que o Tricolor acabou pagando um alto preço na sua defesa. Depois de Elias errar o passe, a bola foi interceptada para o acionamento de Joel Amoroso que tabelou no lado direito e cruzou forte pra dentro da área. Nino Paraíba, ao tentar cortar, mandou contra o próprio patrimônio e marcou o gol que não apenas abriu a conta para o clube peruano em Lima como foi o único da partida.

FICHA TÉCNICA
MELGAR 1 x 0 BAHIA

Local: Estádio Nacional, Lima (PER)
Data e hora: 29/10/2020 - 21h30
Árbitro: Carlos Betancur (COL)
Assistentes: Sebastian Vela e Jhon A. Gallego (ambos COL)
Cartões amarelos: Neyra (MEL), Gregore, Daniel (BAH)
Cartões vermelhos: -
Gols: Nino Paraíba (contra) (34'/2°T)

MELGAR: Cáceda; Pedro Ibañez (Neyra, aos 20'/2°T), Pellerano, Deneumostier (Paolo Fuentes, aos 14'/2°T) e Paolo Reyna; Pablo Míguez, Walter Tandazo (Dani Cabrera, aos 28'/2°T), Joel Sanchéz, Joel Amoroso e Johnny Vidales (Arakaki, aos 19'/2°T); Othoniel Arce (Irven Ávila, aos 30'/2°T). Técnico: Marco Valencia.

BAHIA: Douglas; Ernando (Nino Paraíba, aos 19'/2°T), Lucas Fonseca, Juninho e Juninho Capixaba; Gregore, Elias e Ramon (Daniel, aos 12'/2°T); Clayson (Élber, no intervalo), Rossi (Fessin, aos 37'/2°T) e Gilberto (Saldanha, aos 13'/2°T). Técnico: Mano Menezes.

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook e Twitter

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos