Mercado fechado
  • BOVESPA

    122.038,11
    +2.117,50 (+1,77%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.249,02
    +314,11 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,82
    +0,11 (+0,17%)
     
  • OURO

    1.832,00
    +16,30 (+0,90%)
     
  • BTC-USD

    57.041,49
    +584,90 (+1,04%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.480,07
    +44,28 (+3,08%)
     
  • S&P500

    4.232,60
    +30,98 (+0,74%)
     
  • DOW JONES

    34.777,76
    +229,23 (+0,66%)
     
  • FTSE

    7.129,71
    +53,54 (+0,76%)
     
  • HANG SENG

    28.610,65
    -26,81 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    29.357,82
    +26,45 (+0,09%)
     
  • NASDAQ

    13.715,50
    +117,75 (+0,87%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3651
    -0,0015 (-0,02%)
     

BAFTA 2021 tem Meu Pai e Nomadland como destaques; veja lista de vencedores

Beatriz Vaccari
·5 minuto de leitura

Estamos a oficialmente duas semanas da maior premiação da indústria cinematográfica: o Oscar; e foi logo no último domingo (11) que aconteceu o British Academy Film Awards 2021 (BAFTA), popularmente chamado de "Oscar britânico" e organizado pela Academia Britânica de Artes do Cinema e Televisão. O evento ocorreu de forma híbrida por conta da pandemia de COVID-19, com os anfitriões apresentando diretamente do Royal Albert Hall, em Londres, enquanto os indicados aceitavam as estatuetas remotamente de suas casas.

Uma das principais mudanças percebidas na lista de indicados divulgada há um mês, comparada à edição ano passado, é a diversidade, uma vez que a pouca representatividade foi bastante criticada em 2020. Depois de uma revisão de sete meses, algumas categorias chegaram a ampliar o número de indicações, justamente para incluir mais candidatos entre os filmes inscritos.

Estatueta do BAFTA ((Imagem: Divulgação / Academia de Cinema Britânica - Thomas Alexander)
Estatueta do BAFTA ((Imagem: Divulgação / Academia de Cinema Britânica - Thomas Alexander)

Entre os principais destaques da premiação estão os filmes Meu Pai e Bela Vingança, que foram reconhecidos nas categorias de roteiro além de surpreenderem vencendo as categorias de Melhor Ator e Melhor FIlme Britânico, respectivamente. Já Nomadland, de Chloé Zhao, foi o grande vencedor da noite, levando a estatueta em Melhor Filme, Melhor Direção, Melhor Fotografia e Melhor Atriz para Frances McDormand; pavimentando cada vez mais sua vitória no Oscar.

Entre as demais categorias, algumas são exclusivas do BAFTA, como Roteirista Diretor ou Produtor Britânico Revelação, que premiou o cineasta Remi Weekes pelo longa His House. Melhor Direção de Elenco e Melhor Estrela Revelação, esta última sendo voto popular, também acontecem apenas no evento britânico, que reconheceu Lucy Pardee por Rocks e a atriz Bukky Bakray, respectivamente. Os demais detalhes você confere na lista abaixo, com os vencedores em negrito:

Fez história: Nomadland teve quatro vitórias na premiação britânica (Imagem: Divulgação / Searchlight Pictures)
Fez história: Nomadland teve quatro vitórias na premiação britânica (Imagem: Divulgação / Searchlight Pictures)

Melhor Filme

  • Meu Pai

  • The Mauritanian

  • Nomadland

  • Bela Vingança

  • Os 7 de Chicago

Melhor Filme Britânico

Bela Vingança é o Melhor Filme Britânico do BAFTA 2021 (Imagem: Divulgação / Focus Features)
Bela Vingança é o Melhor Filme Britânico do BAFTA 2021 (Imagem: Divulgação / Focus Features)

Roteirista, Diretor ou Produtor Britânico Revelação

  • His House — Remi Weekes (Roteiro e Direção)

  • Limbo — Ben Sharrock (Roteiro e Direção), Irune Gurtubai (Produção) [também produzido por Angus Lamont]

  • Moffie — Jack Sidey (Roteiro e Produção) [também roteirizado por Oliver Hermanus e produzido por Eric Abraham]

  • Rocks — Theresa Ikoko, Claire Wilson (Roteiro)

  • Saint Maud — Rose Glass (Roteiro e Direção), Oliver Kassman (Produção) [também produzido por Andrea Cornwell]

Melhor Filme em língua não inglesa

  • Druk (Alemanha)

  • Dear Comrades (Rússia)

  • Minari (Estados Unidos)

  • Les Misérables (França)

  • Quo Vadis, Aida? (Bósnia e Herzegovina)

Druk vence BAFTA de melhor filme em língua não-inglesa (Imagem: Divulgação / Nordisk Film)
Druk vence BAFTA de melhor filme em língua não-inglesa (Imagem: Divulgação / Nordisk Film)

Melhor Documentário

  • O Dilema das Redes (Netflix)

  • David Attenborough: A Life On Our Planet (Netflix)

  • The Dissident (Briarcliff Entertainment)

  • Collective (Voodoo Films, HBO Europe, Magnolia Pictures)

  • Professor Polvo (Netflix)

Melhor Filme de Animação

Soul é o melhor filme de animação no BAFTA 2021 (Imagem: Divulgação / Disney)
Soul é o melhor filme de animação no BAFTA 2021 (Imagem: Divulgação / Disney)

Melhor Direção

  • Another Round (Druk) — Thomas Vinterberg

  • Dente de Leite — Shannon Murphy

  • Minari — Lee Isaac Chung

  • Nomadland — Chloé Zhao

  • Quo Vadis, Aida? — Jasmila Žbanić

  • Rocks — Sarah Gavron

Melhor Roteiro Original

  • Another Round — Tobias Lindholm, Thomas Vinterberg

  • Mank — Jack Fincher

  • Bela Vingança — Emerald Fennell

  • Rocks — Theresa Ikoko, Claire Wilson

  • Os 7 de Chicago — Aaron Sorkin

Meu Pai supera Nomadland e ganha categoria de Roteiro Adaptado (Imagem: Divulgação / Lionsgate)
Meu Pai supera Nomadland e ganha categoria de Roteiro Adaptado (Imagem: Divulgação / Lionsgate)

Melhor Roteiro Adaptado

  • A Escavação — Moira Buffini

  • Meu Pai — Christopher Hampton, Florian Zeller

  • The Mauritanian — Rory Haines, Sohrab Noshirvani, MB Traven

  • Nomadland — Chloé Zhao

  • O Tigre Branco — Ramin Bahrani

Melhor Atriz

  • Bukky Bakray — Rocks

  • Radha Blank — The Forty-Year-Old Version

  • Vanessa Kirby — Pieces of a Woman

  • Frances McDormand — Nomadland

  • Wunmi Mosako — His House

  • Alfree Woodard — Clemency

Yuh-Lung Youn vence mais uma vez e se prepara pro Oscar (Imagem: Divulgação / A24)
Yuh-Lung Youn vence mais uma vez e se prepara pro Oscar (Imagem: Divulgação / A24)

Melhor Atriz Coadjuvante

Melhor Ator

É ele de novo! Daniel Kaluuya torna-se cada vez mais favorito para o Oscar (Imagem: Divulgação / Warner Bros)
É ele de novo! Daniel Kaluuya torna-se cada vez mais favorito para o Oscar (Imagem: Divulgação / Warner Bros)

Melhor Ator Coadjuvante

Melhor Trilha Sonora Original

  • Mank — Trent Reznor, Atticus Ross

  • Minari — Emile Mosseri

  • Relatos do Mundo — James Newton Howard

  • Bela Vingança — Anthony Willis

  • Soul — Jon Batiste, Trent Reznor, Atticus Ross

Rocks supreende e leva Melhor Direção de Elenco (Imagem: Divulgação / Altitude Film Distribution)
Rocks supreende e leva Melhor Direção de Elenco (Imagem: Divulgação / Altitude Film Distribution)

Melhor Direção de Elenco

  • Calm With Horses — Shaheen Baig

  • Judas e o Messias Negro — Alexa L. Fogel

  • Minari — Julia Kim

  • Bela Vingança — Lindsay Graham Ahanonu, Mary Vernieu

  • Rocks — Lucy Pardee

Melhor Fotografia

  • Judas e o Messias Negro — Sean Bobbitt

  • Mank — Erik Messerschmidt

  • The Mauritanian — Alwin H. Küchler

  • Relatos do Mundo — Dariusz Wolski

  • Nomadland — Joshua James Richard

O Som do Silêncio vence categoria de Edição (Imagem: Divulgação / Amazon Studios)
O Som do Silêncio vence categoria de Edição (Imagem: Divulgação / Amazon Studios)

Melhor Edição

Melhor Design de Produção

  • A Escavação — Maria Djurkovic, Tatiana Macdonald

  • Meu Pai — Peter Francis, Cathy Featherstone

  • Mank — Donald Graham Burt, Jan Pascale

  • Relatos do Mundo — David Crank, Elizabeth Keenan

  • Rebecca - A Mulher Inesquecível — Sarah Greenwood, Katie Spencer

Mank vence categoria de Design de Produção (Imagem: Divulgação / Netflix)
Mank vence categoria de Design de Produção (Imagem: Divulgação / Netflix)

Melhor Figurino

  • Ammonite — Michael O'Connor

  • A Escavação — Alice Babidge

  • Emma — Alexandra Byrne

  • A Voz Suprema do Blues — Ann Roth

  • Mank — Trish Summerville

Melhor Cabelo e Maquiagem

  • A Escavação — Jenny Shircore

  • Era Uma Vez um Sonho — Patricia Dehaney, Eryn Krueger Mekash, Matthew Mungle

  • A Voz Suprema do Blues — Matiki Anoff, Larry M. Cherry, Sergio Lopez-Rivera, Mia Neal

  • Mank — Kimberley Spiteri, Gigi Williams

  • Pinóquio — Mark Coulier

A Voz Suprema do Blues ganha categorias de Cabelo, Maquiagem e Figurino (Imagem: Divulgação / Netflix)
A Voz Suprema do Blues ganha categorias de Cabelo, Maquiagem e Figurino (Imagem: Divulgação / Netflix)

Melhor Som

  • Greyhound

  • Relatos do Mundo — Michael Fentum, William Miller, Mike Prestwood Smith, John Pritchett, Oliver Tarney

  • Nomadland — Sergio Diaz, Zach Seivers, M. Wolf Snyder

  • Soul — Coya Elliott, Ren Klyce, David Parker

  • O Som do Silêncio — Jaime Baksht, Nicolas Becker, Phillip Bladh, Carlos Cortés, Michelle Couttolenc

Melhores Efeitos Visuais

Tenet vence Melhores Efeitos Visuais (Imagem: Divulgação / Warner Bros.)
Tenet vence Melhores Efeitos Visuais (Imagem: Divulgação / Warner Bros.)

Melhor Animação em Curta-Metragem Britânica

  • The Fire Next Time

  • The Owl and the Pussycat

  • The Song of a Lost Boy

Melhor Curta-Metragem Britânico

  • Eyelash

  • Lizard

  • Lucky Break

  • Miss Curvy

  • The Present

Estrela Revelação (Voto Popular)

  • Bukky Bakray

  • Kingsley Ben-Adir

  • Morfydd Clark

  • Sope Dirisu

  • Conrad Khan

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: