Mercado fechado

Babu Santana ressignificou apelido racista e criou nome artístico

Ator foi vítima de racismo na escola. Foto: Reprodução/TV Globo

O ator e cantor Babu Santana está no paredão do BBB (Big Brother Brasil) desta semana. Em sua defesa para ficar na casa, ele afirmou que vive, há 40 anos, contrariando estatísticas. 

Por ser negro, o artista já sofreu com várias situações de racismo e, segundo seguidores do programa, também sofre com o problema dentro da casa. Há dois dias, a equipe de Babu compartilhou um vídeo em que ele explica a origem do apelido nas redes sociais. 

A gravação é de uma entrevista que o ator concedeu à apresentadora Marília Gabriela. No vídeo, Babu afirma que seu verdadeiro nome é Alexandre e que o apelido surgiu por conta de um apelido racista que ele recebeu de adversários quando ele praticava esportes.

Leia também:

“Eu praticava muito esporte e aí tinha umas Olimpíadas na escola. Eu era o goleiro, como eu era o mais alto, eu acabava indo para o gol. E eles inventaram uma musiquinha. Eu era meio indisciplinado e eu sempre ficava de castigo em uma turma mais velha. Um belo dia, eu fui em um jogo e aí um moleque falou ‘pô, aí, parece um babuíno’. Aí eles fizeram uma musiquinha”, explicou o ator durante a entrevista.

Ao contar a história, Babu deu risada e Gabi questionou o riso do ator sobre a situação. Como resposta, ele diz que, atualmente, ri do caso, mas que ficou muito bravo no dia. “Eu lembro que, quando acabou a musiquinha, eu voei na galera e bati em quem eu via na frente”, relatou à apresentadora.

Depois disso, o apelido acabou pegando, mesmo contra a vontade dele. Porém, depois de um tempo, um amigo disse que, para não causar mais brigas, iria apenas chamá-lo de Babu. Com o tempo, o ator ressignificou o xingamento e passou até a ter um carinho por ele. Ainda na entrevista, ele contou que o pai dele também era chamado de Babu, mas por outros motivos.

Por essa razão, o ator passou a ter um carinho especial pelo apelido e começou a usá-lo como nome artístico. “Aí pegou. Hoje em dia, se alguém me chama de Alexandre, tem que me chamar três vezes”, brincou o ator durante a entrevista. 

Essa situação ilustra bem a luta que Babu teve e ainda tem contra o racismo diariamente. O BBB mostrou que, em várias situações, o ator é visto como “assustador” ou “brigão” por muitos dos participantes. Outros, fazem questão de não ouvir suas reclamações contra o racismo e a gordofobia.

Algumas dessas situações foram amplamente divulgadas por internautas nas redes sociais. Uma delas foi quando outros participantes falaram que não tirariam o ator da xepa (grupo da casa que tem menos alimento) por não visualizarem a figura dele fora dessa situação.

Conhecido do grande público por ter dado vida ao músico Tim Maia nos cinemas, Babu tem uma vasta carreira. Em conversa com o colega Felipe Prior, o ator afirmou: “Comecei a trabalhar com 16 anos. Não tenho medo de trabalho. Uma das coisas que eu vim fazer aqui é me mostrar pro mercado. Eu não preciso ficar fazendo personagem porque eu fiz 43 filmes, fiz mais de 15 novelas, mais de 20 peças. Quer saber quem é o Babu? Dá um Google”.