Mercado fechado

B3 passa a aceitar cotas de ETFs de renda fixa como garantia

A nova modalidade visa estimular o desenvolvimento do mercado de ETF de renda fixa A partir desta segunda-feira, a B3 passará a aceitar cotas de ETF de renda fixa como margem de garantia.

Edilson Dantas/Agência O Globo

Segundo a companhia, a nova modalidade visa estimular o desenvolvimento do mercado de ETF de renda fixa, oferecendo maior eficiência na alocação de capital e potencializando a utilização do produto.

Hoje, o depósito de garantias pode ser realizado em dinheiro (real ou dólar), bem como pelo depósito de outros ativos, como títulos públicos federais, ações, entre outros.

“A inclusão do ETF de renda fixa como uma possibilidade de aceitação em garantia não só proporciona maior eficiência na alocação de capital, como também aumenta as possibilidades de utilização do produto”, ressalta em nota Marcos Skistymas, superintendente de juros e moedas da B3.

Os critérios para elegibilidade e o cálculo do limite de aceitação em garantia podem ser encontrados no Manual de Administração de Risco da Câmara de Compensação e Liquidação da BM&FBOVESPA (Câmara B3).

O ETF de renda fixa é fundo negociado em Bolsa que busca refletir as variações e a rentabilidade de índices de renda fixa.