Mercado abrirá em 6 h 21 min

B3: investidores na bolsa chegam a 1,85 milhão e volume diário aumenta

Jader Lazarini
B3: investidores na bolsa chegam a 1,85 milhão e volume diário aumenta

A B3 (B3SA3) divulgou, na manhã desta sexta-feira (14), seus resultados operacionais de janeiro. No segmento de ações, o volume financeiro médio diário negociado no mercado à vista cresceu 38,4% frente ao mesmo período de 2019, para R$ 23,30 bilhões. O resultado é reflexo do número de investidores ativos, que chegou a 1,853 milhão.

Segundo a B3, o número de investidores cresceu 110,5% na comparação anualizada e 9,6% na relação de mês para mês. Já quanto às empresas listas na bolsa de valores, o número caiu 2% e 0,5% na mesma base de comparação, com 389 companhias.

A capitalização de mercado média das companhias com papéis sendo negociados na bolsa chegou a R$ 4,855 trilhões, 28,0% maior do que no mesmo mês de 2018 e 5,4% maior do que o patamar de dezembro.

O segmento de balcão apresentou um estoque de R$ 2,864 trilhões na renda fixa, alta de 15,6% no ano e queda de 0,7% em relação a dezembro. Quanto aos derivativos, o estoque atingiu R$ 2,954 trilhões, crescimento de 27,1% e 3,4% na mesma base comparativa.

O segmento de juros, moedas e mercadorias reportou um volume médio diário de 4,555 milhões de contratos no mês passado, equivalente a uma alta anual de 59,1% e avanço mensal de 11,5%. A receita por contrato médio ficou em R$ 1,326, com queda de 25,3% no ano e baixa de 15,0% no mês.

B3 realiza alterações na diretoria

A B3 realizou alterações em sua diretoria com foco em atender o atual momento do mercado de capitais nacional, impulsionado pelos cortes na taxa de juros básica (Selic) da economia. Os juros em menor patamar têm feito com que novas empresas e pessoas físicas optem por entrar na bolsa de valores.

Saiba mais: Moura Dubeux opera em queda em sua estreia na B3

Três diretores da área de relacionamento terão novas funções. Felipe Paiva, diretor de relacionamento com clientes com Brasil, ficará responsável pelo relacionamento com corretoras, banco de investimento, serviços qualificados e pessoa física.

Rogério Santana, diretor de relação com investidores da B3, ficará com a gestão de empresas e emissores. Fábio Hull, diretor de relacionamento com clientes, será responsável pela administração dos bancos múltiplos e fintechs.