Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.647,99
    +1.462,52 (+1,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.798,38
    +658,14 (+1,26%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,66
    +1,35 (+1,66%)
     
  • OURO

    1.768,10
    -29,80 (-1,66%)
     
  • BTC-USD

    61.692,00
    +2.563,53 (+4,34%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.464,06
    +57,32 (+4,07%)
     
  • S&P500

    4.471,37
    +33,11 (+0,75%)
     
  • DOW JONES

    35.294,76
    +382,20 (+1,09%)
     
  • FTSE

    7.234,03
    +26,32 (+0,37%)
     
  • HANG SENG

    25.330,96
    +368,37 (+1,48%)
     
  • NIKKEI

    29.068,63
    +517,70 (+1,81%)
     
  • NASDAQ

    15.144,25
    +107,00 (+0,71%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3297
    -0,0741 (-1,16%)
     

Azul, Gol e Latam têm prejuízo de R$ 687,7 milhões

·1 minuto de leitura
An aircraft of Gol Linhas Aereas Inteligentes SA prepares to depart from Congonhas airport in Sao Paulo, Brazil September 11, 2017. Picture taken September 11, 2017.  REUTERS/Paulo Whitaker
Vendas de passagens aéreas no período caíram 42,6% devido ao isolamento social (Paulo Whitaker/Reuters)
  • Aéreas têm prejuízo de R$ 687,7 milhões no último trimestre de 2020

  • Esse valor, no entanto, é menor do que o registrado no mesmo período de 2019

  • Venda de passagens aéreas caiu no ano passado

Dados da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) mostram que Gol, Latam e Azul registraram juntas um prejuízo líquido de R$ 687,7 milhões nos últimos três meses de 2020. Isso significa uma queda em relação ao mesmo período de 2019, quando não havia pandemia da covid-19 e o prejuízo chegou a R$ 1 bilhão. As informações são do site Mercado & Eventos.

Leia também:

Passagens em queda

Apesar do resultado, o movimento de vendas de passagens aéreas no ano passado foi de queda devido ao isolamento social. No período, o número de passageiros caiu 42,6%, com redução de 36% da demanda e de 34,6% na oferta de transportes aéreos. 

Já no acumulado de 2020, foram R$ 15,3 bilhões em passagens, cerca de 78,6% das receitas totais das companhias aéreas. Em 2019, esse valor foi de R$ 37,6 bilhões, mais do que o dobro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos