Mercado fechado

Azul: enviamos hoje a acionistas proposta de joint venture com a TAP

Letícia Fucuchima

A companhia aérea Azul submeterá nesta quinta-feira, 7, a seus acionistas uma proposta de joint venture com a portuguesa TAP. "Acreditamos que essa parceria contribuirá com o crescimento de ambas as empresas nos próximos anos", diz a mensagem da administração que acompanha os resultados trimestrais, divulgados nesta manhã.

Recentemente, a companhia brasileira tem se mostrado mais entusiasmada com a TAP. Os executivos da Azul têm destacado que a aérea portuguesa está em processo de "virada" dos negócios, e que o investimento da brasileira na estrangeira pode se mostrar um ativo valioso no futuro.

Em 2016, a Azul adquiriu dívidas conversíveis emitidas pela TAP, no valor de € 90 milhões. Esses bonds são conversíveis, no total ou em parte, e a opção de convertê-los em novas ações da TAP dá direito a benefícios econômicos preferenciais. Após a conversão total, as ações detidas pela Azul representarão 6% do capital total e votante da TAP, com o direito de receber dividendos ou outras distribuições correspondentes a 41,25% dos lucros distribuíveis da empresa portuguesa.