Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.880,82
    +1.174,91 (+0,97%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.219,26
    +389,95 (+0,80%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,51
    +1,69 (+2,65%)
     
  • OURO

    1.844,00
    +20,00 (+1,10%)
     
  • BTC-USD

    48.709,32
    -548,09 (-1,11%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.398,33
    +39,77 (+2,93%)
     
  • S&P500

    4.173,85
    +61,35 (+1,49%)
     
  • DOW JONES

    34.382,13
    +360,68 (+1,06%)
     
  • FTSE

    7.043,61
    +80,28 (+1,15%)
     
  • HANG SENG

    28.027,57
    +308,90 (+1,11%)
     
  • NIKKEI

    28.084,47
    +636,46 (+2,32%)
     
  • NASDAQ

    13.398,00
    +297,75 (+2,27%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4040
    -0,0085 (-0,13%)
     

Avisos de Facebook e Instagram no iOS dizem que rastreamento mantém apps gratuitos

Lucas Berredo
·2 minuto de leitura
Avisos de Facebook e Instagram no iOS dizem que rastreamento mantém apps gratuitos
Avisos de Facebook e Instagram no iOS dizem que rastreamento mantém apps gratuitos

Os aplicativos de Facebook e Instagram no iOS agora mostram avisos pop-up aos usuários, explicando que o sistema de rastreamento nas plataformas ajuda a mantê-las “gratuitas”. A atualização, detalhada no blog do Facebook na semana passada, é mais um episódio na campanha de Mark Zuckerberg contra as atualizações de privacidade no sistema operacional da Apple.

O Facebook se refere aos avisos pop-up como “telas educacionais” e explica que eles fornecem mais detalhes sobre como a empresa utiliza o rastreamento de dados para “anúncios personalizados”. “Esta versão do iOS exige que solicitemos permissão para rastrear dados desses dispositivos para melhorar seus anúncios”, diz o texto publicado no final do ano passado, e atualizado em fevereiro desse ano. “Saiba como limitamos o uso dessas informações se você não ativar esta configuração no seu aparelho. Usamos informações sobre sua atividade em outros apps e sites para mostrar anúncios mais personalizados, ajudar a manter o Facebook gratuito e apoiar empresas que dependem de anúncio para alcançar seus clientes.”

Nas versões mais recentes do iOS, são os proprietários de celulares que permitem aos desenvolvedores o compartilhamento do Identificador para Anunciantes (IDFA, na sigla em inglês) para coleta de dados entre os apps. Segundo a nova política da Apple, os desenvolvedores ainda podem usar outras informações dadas pelos usuários para publicidade direcionada, mas estes dados não podem ser compartilhados com outra empresa para rastreamento.

Avisos de Facebook e Instagram no iOS 14
Avisos de Facebook e Instagram no iOS 14

Avisos pop-up de Facebook e Instagram no iOS solicitam permissão de rastreamento aos usuários para manter gratuidade e anúncios personalizados (Facebook/Divulgação)

Facebook x Apple

O Facebook é o principal crítico das atualizações de privacidade da Apple. Recentemente, por meio de um anúncio publicitário em jornais de grande tiragem como The Washington Post e New York Times, a companhia de Mark Zuckerberg alega que a Apple age, em benefício próprio, para mudar o modelo de negócios em torno dos apps. O texto diz que as atualizações “vão mudar a internet como conhecemos” e forçar sites e blogs a “cobrarem taxas de assinatura” devido à falta de anúncios personalizados.

“A Apple usa sua posição dominante para interferir na forma como nossos e outros aplicativos funcionam, o que eles fazem regularmente para dar preferência aos deles”, disse Mark Zuckerberg, durante uma teleconferência no início de janeiro. “Isso impacta o crescimento de milhões de empresa em todo o mundo, inclusive com as próximas mudanças do iOS 14.”

Via The Verge