Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.513,62
    +1.085,64 (+0,85%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.558,32
    +387,54 (+0,77%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,28
    -0,02 (-0,03%)
     
  • OURO

    1.776,50
    -0,20 (-0,01%)
     
  • BTC-USD

    34.685,11
    +1.264,79 (+3,78%)
     
  • CMC Crypto 200

    837,58
    +50,96 (+6,48%)
     
  • S&P500

    4.266,49
    +24,65 (+0,58%)
     
  • DOW JONES

    34.196,82
    +322,58 (+0,95%)
     
  • FTSE

    7.109,97
    +35,91 (+0,51%)
     
  • HANG SENG

    28.882,46
    +65,39 (+0,23%)
     
  • NIKKEI

    28.875,23
    +0,34 (+0,00%)
     
  • NASDAQ

    14.357,50
    +3,25 (+0,02%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,8626
    -0,0659 (-1,11%)
     

Avassalador no primeiro tempo, Grêmio massacra o Aragua e segue 100% na Sul-Americana

·4 minuto de leitura


Pela terceira rodada do grupo H da Sul-Americana, o Grêmio, embalado por duas vitórias na competição, recebeu o Aragua, que ainda não havia pontuado, e massacrou os venezuelanos. Com um ataque avassalador, a equipe de Tiago Nunes fez seis gols ainda no primeiro tempo, sendo cinco gols em 10 minutos, e matou o duelo. Apesar de ter diminuído o ritmo na etapa final, o Tricolor seguiu melhor e fechou o marcador em 8 a 0, placar este que se tornou a maior goleada de um brasileiro no torneio.

O resultado deixa o Grêmio com um pé na próxima fase da Sul-Americana ao somar nove pontos em três jogos. Agora o Tricolor vai entrar em campo novamente no domingo (9), às 16h, contra o Caxias pela semifinal do Gaúchão.

ERRO PRIMOROSO DO ARAGUA E GOL DO GRÊMIO

Os times nem haviam se esquentado ainda quando o Aragua, com Yéguez, cometeu um erro defensivo grave ao fazer o passe fraco para o goleiro Yustiz. Luiz Fernando aproveitou e estufou as redes logo aos dois minutos.

Quatro minutos mais tarde, o Aragua quase empata. Duche lançou Garcia, que dominou no peito, chutou forte e viu a bola raspar a trave direita de Brenno. Em seguida, os venezuelanos tentaram novamente no ataque, mas o mesmo Juan Garcia tentou a bicicleta e pegou errado.

GRÊMIO ATACA, ATACA... E MARCA O SEGUNDO E O TERCEIRO

A partir dos 10 minutos, domínio total do Grêmio na posse de bola. O time de Tiago Nunes começou a trabalhar a bola de pé em pé de forma rápida e na primeira tentativa Darlan parou em Yustiz. Mas em nova jogada bem trabalhada, Luiz Fernando pegou uma sobra dentro da área e chutou forte para fazer o segundo.

O terceiro não demorou para acontecer. No ataque seguinte, Luiz Fernando é derrubado dentro da área e o árbitro marca pênalti. Aos 20 minutos, Diego Souza chutou de cavadinha e cravou a trinca na Arena do Grêmio.

PINTOU A SENA AINDA NO PRIMEIRO TEMPO

Aos 21 minutos, Ferreira partiu em velocidade pela esquerda, invadiu a área e colocou com categoria na bochecha da rede esquerda. E o Grêmio aproveitou a desestabilidade do Aragua para marcar o quinto. Ferreira tabelou com Luiz Fernando e recebeu livre para só empurrar para o gol aos 23 minutos.

O Aragua ficou totalmente desnorteado na partida e o Grêmio atacava cada vez mais. A consequência? O sexto gol. Luiz Fernando cruzou rasteiro e Arquímedes Hernández cortou de carrinho para o próprio gol. Logo após o tento, o técnico Enrique Garcia tirou o amarelado lateral Yéguez e colocou o zagueiro Zapata para tentar amenizar a problemática defesa.

ARAGUA MARCA NO INÍCIO DO SEGUNDO TEMPO, MAS NÃO VALE

Na volta para o segundo tempo, Tiago Nunes aproveitou para poupar alguns titulares e tirou Geromel, Ferreira e Diego Souza. Com a bola rolando, Duche cruzou pela esquerda e achou García, que tocou e tirou de Brenno. Porém a arbitragem assinalou impedimento na jogada ainda no início do segundo tempo.

GRÊMIO FAZ O SÉTIMO GOL COM MAICON

Na etapa final, o Grêmio diminuiu o ritmo e poupou energia. Mesmo assim seguiu melhor. Aos 16 minutos, Rafinha cortou Arquímedes dentro da área, o zagueiro deixou o braço na bola e o árbitro marcou pênalti. Maicon cobrou de forma magistral e pintou o sete em Porto Alegre.

O GRÊMIO SEGUIU SEM LIMITES E FEZ O OITAVO

Mesmo com o freio acionado no segundo tempo, o Grêmio não mudou a forma agressiva de jogar apesar da entrada dos reservas, e Churín provou isso. O atacante fez o oitavo após Diogo Barbosa colocar a bola na cabeça do argentino.

O Grêmio teve até diversas chances de marcar o nono, mas o placar parou mesmo no 8 a 0.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 8 X 0 ARAGUA - 3ª RODADA DA SUL-AMERICANA
Estádio: Arena do Grêmio, Porto Alegre (RS)
Data e horário: 6 de maio de 2021, às 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Guilhermo Enrique Guerrero Alcivar (EQU)
Assistentes: Christian Lescano (EQU) e Juan Aguiar (EQU)
Cartões amarelos: José Yéguez, Alvarez (ARA)
Cartões vermelhos: -

GOLS: Luiz Fernando, 2'/1ºT (1-0); Luiz Fernando, 17'/1ºT (2-0); Diego Souza, 20'/1ºT (3-0); Ferreira, 21'/1ºT (4-0); Ferreira, 23'/1ºT (5-0); Arquimedes Hernández (contra), 27'/1ºT (6-0); Maicon, 17'/2ºT (7-0); Churín, 31'/2ºT (8-0)

GRÊMIO (Técnico: Tiago Nunes)
Brenno; Rafinha, Pedro Geromel (Paulo Miranda, no intervalo), Ruan e Diogo Barbosa; Thiago Santos (Pedro Lucas, aos 24'/2ºT), Darlan e Maicon; Luiz Fernando (Ricardinho, aos 37'/2ºT), Ferreira (Guilherme Azevedo, no intervalo) e Diego Souza (Churín, no intervalo).

ARAGUA (Técnico: Enrique Garcia)
Yustiz; Manríque, Arquímedes Hernández, Andrés Farreras e Yéguez (Zapata, aos 29'/1ºT); Pedro Alvarez (Arias, 20'/2ºT), Andrés Hernández (Diego Guerrero, aos 28'/2ºT), José Torres (Calderón, aos 20'/2ºT) e Duche; Juan García e Arace (Febles, aos 28'/2ºT).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos