Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.036,79
    +2.372,44 (+2,20%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.626,80
    -475,75 (-1,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    79,74
    -1,49 (-1,83%)
     
  • OURO

    1.668,30
    -0,30 (-0,02%)
     
  • BTC-USD

    19.259,30
    -74,39 (-0,38%)
     
  • CMC Crypto 200

    443,49
    +0,06 (+0,01%)
     
  • S&P500

    3.585,62
    -54,85 (-1,51%)
     
  • DOW JONES

    28.725,51
    -500,10 (-1,71%)
     
  • FTSE

    6.893,81
    +12,22 (+0,18%)
     
  • HANG SENG

    17.222,83
    +56,96 (+0,33%)
     
  • NIKKEI

    25.937,21
    -484,84 (-1,83%)
     
  • NASDAQ

    11.058,20
    -170,00 (-1,51%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,3079
    +0,0099 (+0,19%)
     

Avaliação de colaborador ajuda empresa e traz transparência, diz CEO do Infojobs

Com o slogan “agora quem escolhe o emprego é você”, da campanha mais recente de posicionamento de marca, o Infojobs evidencia que, no atual momento do mercado de trabalho, o poder está nas mãos dos profissionais. Ana Paula Prado, CEO da plataforma especializada em conectar talentos a empresas, explica que os profissionais qualificados são os mais empoderados e avalia como a pandemia fez muitos deles repensarem suas carreiras e priorizarem novos aspectos na escolha de um novo emprego.

Compartilhar experiência de trabalho ajuda empresas e candidatos

De acordo com a executiva, não é apenas o salário que atrai os colaboradores a uma vaga. Fatores como localização e modelo de trabalho também se tornaram decisivos na hora de escolher um novo emprego. Além disso, a experiência que outros empregados tiveram com determinada empresa também pesa na escolha dos candidatos.

Para auxiliar na jornada de quem busca emprego e também a autopercepção das corporações, o Infojobs estimula que colaboradores e ex-colaboradores avaliem as empresas no aplicativo que já soma mais de 11 milhões de opiniões.

“Quando eu conto para as pessoas qual foi a minha experiência em trabalhar em uma determinada empresa eu estou deixando mais transparente para todos essa experiência (...) Isso fica aberto para os candidatos e para a empresa, que começa a entender como ela está sendo vista”, explica Ana Paula.

Conta entre vagas e profissionais disponíveis não fecha

Se por um lado o mercado de trabalho vive um momento de retomada - com o recuo da taxa de desocupação para 9,3% no segundo trimestre de 2022 (o menor índice desde dezembro de 2015 - por outro lado ainda há dificuldade no preenchimento de vagas que exigem mão de obra qualificada. “Nós temos mais vagas, nós temos dificuldade para contratar e nós temos muitos profissionais desempregados. Essa conta não fecha”, afirma Ana Paula.

De acordo com ela, além do impacto do mercado informal nesta balança entre ofertas de emprego e profissionais disponíveis, a falta de qualificação faz parte da realidade brasileira. “Nós precisamos trabalhar para que as pessoas tenham uma melhor formação, uma melhor educação, para que elas consigam ocupar essas vagas que existem”, diz a executiva.

Do RH analógico ao digital

Ana Paula Prado possui mais de 20 anos de experiência no setor de RH, com sólida atuação em vendas. A CEO do Infojobs é referência quando o assunto é liderança feminina e ajudou no desenvolvimento do plano de negócio de softwares de tecnologia para RH, que vem transformando a área com soluções tecnológicas e inovadoras. Durante sua trajetória, Ana provou que é possível se destacar e digitalizar um mercado tradicional, além de combater as dificuldades de gênero. Tem formação em Psicologia, com especialização em Recursos Humanos e MBA em Gestão Estratégica e Econômica de Negócios pela FGV (Fundação Getúlio Vargas).