Mercado fechado
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,74 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,10
    +2,95 (+4,33%)
     
  • OURO

    1.795,90
    +7,80 (+0,44%)
     
  • BTC-USD

    57.450,48
    +2.681,42 (+4,90%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.365,60
    -89,81 (-6,17%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,06 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.044,03
    -266,34 (-3,64%)
     
  • HANG SENG

    24.080,52
    -659,68 (-2,67%)
     
  • NIKKEI

    28.751,62
    -747,68 (-2,53%)
     
  • NASDAQ

    16.164,25
    +113,25 (+0,71%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3058
    -0,0427 (-0,67%)
     

Avalanche no Equador deixa três pessoas mortas

·1 min de leitura

Uma avalanche no vulcão nevado Chimborazo no centro andino, o mais alto do Equador, atingiu um grupo de montanhistas, provocando três mortes e deixando três pessoas desaparecidas, informaram as autoridades equatorianas.

"As informações são de que há três montanhistas desaparecidos, três mortos e sete resgatados de um total de 16 pessoas", informaram em comunicado os bombeiros de Quito, que apoiam a operação de resgate.

Os escaladores são equatorianos, segundo o jornal El Comercio, de Quito.

O deslizamento de neve não tem relação com a atividade vulcânica e, segundo os bombeiros, deve-se "às condições climáticas".

"Enquanto eles escalavam o nevado Chimborazo, uma avalanche caiu sobre o grupo, que estava a uma altitude de 6.100 metros acima do nível do mar", informaram os bombeiros.

O Chimborazo, um vulcão potencialmente ativo com neve eterna, situado a 130 quilômetros ao sul de Quito, tem 6.263 metros de altitude, sendo o mais alto do Equador e um dos principais do mundo.

No sopé ficam as cidades de Riobamba e Ambato, capitais das províncias de Chimborazo e Tungurahua.

O maciço, onde se pratica esqui, atrai escaladores equatorianos e estrangeiros.

Policiais e militares especializados em operações de alta montanha, assim como socorristas, seguiram para o Chimborazo, onde as autoridades instalaram um posto de comando unificado para coordenar as ações de resgate.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos