Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.259,49
    -831,51 (-0,64%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.579,10
    -329,10 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,40
    -0,75 (-1,04%)
     
  • OURO

    1.822,50
    -38,90 (-2,09%)
     
  • BTC-USD

    38.758,03
    -1.311,21 (-3,27%)
     
  • CMC Crypto 200

    962,97
    -29,50 (-2,97%)
     
  • S&P500

    4.223,70
    -22,89 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.033,67
    -265,63 (-0,77%)
     
  • FTSE

    7.184,95
    +12,47 (+0,17%)
     
  • HANG SENG

    28.357,04
    -79,80 (-0,28%)
     
  • NIKKEI

    28.942,03
    -348,98 (-1,19%)
     
  • NASDAQ

    13.908,00
    -73,25 (-0,52%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0750
    +0,0130 (+0,21%)
     

Auxílio emergencial: Câmara derruba veto e pais solteiros poderão receber R$ 600

·1 minuto de leitura
Real currency. Money from Brazil. Woman holding in hands a fifty Reais banknotes.
No ano passado, foram pagas 5 parcelas do auxílio emergencial a pais solteiros (Getty Creative)
  • Câmara derrubou veto total a projeto de lei vetado por Bolsonaro

  • Projeto garante pagamento de duas parcelas de R$ 600 do auxílio emergencial a pais solteiros

  • Em 2020, foram pagas cinco cotas aos pais que têm a guarda dos filhos

A Câmara dos Deputados decidiu o veto total do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ao projeto de lei que garante duas cotas de R$ 600 de auxílio emergencial para pais solteiros. A aprovação é parcial e depende de votação no Senado. As informações são da Agência Câmara.

Leia também:

O benefício aos pais que têm as guardas dos filhos foi pago em cinco parcelas durante o ano passado.

Veto do presidente

O projeto de Lei 2508/20, da deputada Fernanda Melchiona (PPSOL-RS), foi vetado totalmente por Bolsonaro. A explicação do presidente foi que não havia informações suficiente na base de dados para checar se os homens realmente eram pais solteiros.

A lei originada pelo projeto já não está mais em vigência, mas outros trechos são referentes a temas correspondentes. 

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos