Mercado abrirá em 5 h 21 min
  • BOVESPA

    122.038,11
    +2.117,11 (+1,77%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.249,02
    +314,12 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,25
    +0,35 (+0,54%)
     
  • OURO

    1.834,10
    +2,80 (+0,15%)
     
  • BTC-USD

    58.874,01
    +809,57 (+1,39%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.567,73
    +131,95 (+9,19%)
     
  • S&P500

    4.232,60
    +30,98 (+0,74%)
     
  • DOW JONES

    34.777,76
    +229,26 (+0,66%)
     
  • FTSE

    7.136,35
    +6,64 (+0,09%)
     
  • HANG SENG

    28.540,30
    -70,35 (-0,25%)
     
  • NIKKEI

    29.518,34
    +160,52 (+0,55%)
     
  • NASDAQ

    13.653,00
    -56,75 (-0,41%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3645
    -0,0006 (-0,01%)
     

Auxílio emergencial: beneficiário poderá usar PIX em transações

Redação Finanças
·1 minuto de leitura
Divulgação/Banco Central
O PIX, sistema de pagamento instantâneo brasileiro, foi criado pelo Banco Central (Divulgação/Banco Central)
  • Banco Central anunciou que beneficiários poderão usar PIX para movimentar o benefício

  • Medida começa a valer a partir de 30 de abril

  • Transações para contas de mesmo titular serão bloqueadas

A partir de 30 de abril, quem recebe o auxílio emergencial poderá usar o PIX para movimentar dinheiro do benefício. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (22) pelo Banco Central, que criou o pagamento instantâneo brasileiro. As informações são do G1.

Leia também:

Até agora, os beneficiários não podiam usar o PIX, sistema de transferências em tempo real que está disponível 24 horas por dia. A partir de 30 de abril, o Banco Central bloqueará apenas transações para contas do mesmo titular.  

A instituição diz que "tal excepcionalidade se faz necessária visando a proteção dos usuários, uma vez que tais recursos não podem ser objeto de descontos ou de compensações que impliquem a redução do valor do auxílio".

Nova rodada do auxílio

O governo federal prevê que 45 milhões de pessoas sejam contempladas na nova fase do programa de auxílio emergencial. Benefício começou a ser pago em 6 de abril.

Agora, os valores do benefício variam entre R$ 150 e R$ 375. Quem recebe os R$ 150 são pessoas que moram sozinhas, já os R$ 250 serão recebidos por famílias em situação de vulnerabilidade e os R$ 375 serão destinados a mulheres com filhos e que são as provedoras do lar. Serão pagas quatro parcelas.