Mercado fechado
  • BOVESPA

    107.519,56
    +270,52 (+0,25%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.466,25
    -612,45 (-1,20%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,59
    +0,13 (+0,18%)
     
  • OURO

    1.809,40
    +7,90 (+0,44%)
     
  • BTC-USD

    17.161,93
    -59,25 (-0,34%)
     
  • CMC Crypto 200

    402,11
    -4,14 (-1,02%)
     
  • S&P500

    3.934,38
    -29,13 (-0,73%)
     
  • DOW JONES

    33.476,46
    -305,02 (-0,90%)
     
  • FTSE

    7.476,63
    +4,46 (+0,06%)
     
  • HANG SENG

    19.900,87
    +450,64 (+2,32%)
     
  • NIKKEI

    27.901,01
    +326,58 (+1,18%)
     
  • NASDAQ

    11.553,00
    -92,50 (-0,79%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5268
    +0,0262 (+0,48%)
     

Auxílio Caminhoneiro: quem pode receber os R$ 1 mil?

Auxílio Caminhoneiro: Governo começará a pagar o benefício em agosto (Getty Images)
Auxílio Caminhoneiro: Governo começará a pagar o benefício em agosto (Getty Images)
  • Auxílio Caminhoneiro: As duas primeiras parcelas serão pagar no mês de agosto;

  • É necessário preencher alguns requisitos para receber os valores;

  • Cerca de 900 mil transportadores poderão receber o benefício.

Após pressões realizadas pelos caminhoneiros, as duas primeiras parcelas do auxílio de R$ 1 mil para serão pagas em 9 de agosto. De acordo com o Ministério do Trabalho e Previdência, o benefício é referente aos meses de julho e agosto. As quatro parcelas seguintes serão pagas até dezembro.

O governo vai pagar o Benefício Emergencial aos Transportadores Autônomos de Carga (BEm Caminhoneiro) para cerca de 900 mil transportadores de cargas. O pagamento será feito independentemente do número de veículos que o transportador possuir. Os profissionais também não precisarão apresentar comprovantes de compra de óleo diesel para ter direito ao valor pago.

Trabalhadores com a situação cadastral "Ativo" no Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas (RNTRC) até 31 de maio de 2022 têm direito a receber o auxílio. Ainda é necessário que os profissionais devem ainda estar com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e o CPF válidos.

O RNTRC é um registro obrigatório na Agência Nacional dos Transportes Terrestres (ANTT) que deve ser feito por transportadores autônomos de cargas, empresas de transporte rodoviário de cargas e cooperativa de transporte rodoviário de cargas.

É importante ressaltar que o transportador que optar pelo MEI Caminhoneiro deve se inscrever, optando pela categoria TAC.

Para saber se tem direito ao benefício, o caminhoneiro deve consultar a situação do RNTRC no site da ANTT. O transportador tem ainda a possibilidade de atualizar os dados cadastrais, como endereço, contatos, vínculos ou informações específicas da categoria.

Contudo, o governo federal ainda não divulgou como o repasse será feito aos trabalhadores. A única informação disponível aponta que os dados são repassados ao Ministério do Trabalho e Previdência pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), ligada ao Ministério da Infraestrutura para identificar quem tem direito ao benefício.