Mercado abrirá em 8 h 2 min

Auxílio Brasil: 76% usam benefício para assegurar alimentação da família

Segundo o Datafolha, 76% dos beneficiários do Auxílio Brasil usam o benefício para assegurar a alimentação. Foto: Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket via Getty Images.
Segundo o Datafolha, 76% dos beneficiários do Auxílio Brasil usam o benefício para assegurar a alimentação. Foto: Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket via Getty Images.
  • Pesquisa Datafolha mostra que 76% dos beneficiários do Auxílio Brasil usam o benefício para assegurar alimentação da família;

  • 11% dos beneficiários do Auxílio Brasil usam o benefício para pagar dívidas;

  • 24% dos entrevistados informaram que alguém de casa recebe o benefício.

Pesquisa Datafolha realizada entre os dias 20 e 22 de setembro mostra que 76% dos beneficiários do Auxílio Brasil utilizam o benefício para comprar comida.

Segundo o levantamento, os esforços para diminuir os preços dos combustíveis não impactaram diretamente nos gastos dos beneficiários.

Ainda sobre provimentos, 27% disseram que a quantidade de alimentos comprados foi insuficiente para a família.

Outro ponto levantado pela pesquisa é o do endividamento. Os níveis recordes de endividamento das famílias têm feito com que 11% dos beneficiários usem o auxílio para quitar dívidas.

Em seguida, os outros usos do Auxílio Brasil mais mencionados foram relacionados à compra de remédios (6%) e à aquisição de gás de cozinha (2%), assim como outros gastos, citados por 5%.

Além disso, 24% dos entrevistados informaram que alguém de casa recebe o benefício, enquanto 7% disseram que recebem o Vale-Gás federal.

No âmbito das eleições, 59% dos beneficiários do programa afirmaram que votarão em Lula (PT), enquanto 26%, em Bolsonaro (PL), 5%, em Ciro Gomes (PDT), e 3%, em Simone Tebet (MDB).

Caso a disputa vá para o segundo turno entre Lula e Bolsonaro, 64% disseram que votarão no petista; 30% seguirão com o atual presidente.