Mercado fechado
  • BOVESPA

    122.515,74
    +714,95 (+0,59%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.869,48
    +1,16 (+0,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,49
    -2,46 (-3,33%)
     
  • OURO

    1.816,80
    -0,40 (-0,02%)
     
  • BTC-USD

    38.946,70
    -2.189,52 (-5,32%)
     
  • CMC Crypto 200

    951,68
    -9,21 (-0,96%)
     
  • S&P500

    4.387,16
    -8,10 (-0,18%)
     
  • DOW JONES

    34.838,16
    -97,31 (-0,28%)
     
  • FTSE

    7.081,72
    +49,42 (+0,70%)
     
  • HANG SENG

    26.235,80
    +274,77 (+1,06%)
     
  • NIKKEI

    27.781,02
    +497,43 (+1,82%)
     
  • NASDAQ

    14.959,75
    +4,00 (+0,03%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1427
    -0,0453 (-0,73%)
     

Auxílio Emergencial: nascidos em julho recebem benefício da Caixa

·2 minuto de leitura
Auxílio Emergencial: nascidos em julho recebem benefício da Caixa
Auxílio Emergencial: nascidos em julho recebem benefício da Caixa

Os nascidos em julho recebem nesta sexta-feira (25) a terceira parcela do Auxílio Emergencial pago pela Caixa Econômica Federal. Os valores variam de R$ 150 a R% 375 dependendo da família. Ainda hoje, beneficiários do Bolsa Família com Número de Inscrição Social (NIS) de dígito final 7 já podem sacar o benefício.

Lembrando que para quem recebe o Bolsa Família o calendário é o mesmo do programa tradicional. Os nascidos em julho já podem acessar e movimentar o valor do Auxílio Emergencial através do aplicativo Caixa TEM (Android|iOS), mas o saque do benefício só é liberado daqui a algumas semanas.

Auxílio Emergencial para nascidos em julho

A Caixa também antecipou a liberação dos saques da nova parcela, que originalmente iriam até o dia 21 de julho agora tudo vai ocorrer até o dia 21 de junho. Ao todo, 45,6 milhões de brasileiros serão beneficiados pela nova rodada do auxílio emergencial.

Veja o calendário:

O auxílio emergencial foi criado em abril de 2020, no início da pandemia da Covid-19 no Brasil, e seu maior intuito era auxiliar famílias que tiveram a renda comprometida por conta das medidas necessárias para contenção da doença que impactaram a economia nacional.

Leia também!

No ano passado, o auxílio foi pago em cinco parcelas de R$ 600 ou R$ 1,2 mil para mães chefes de família. Após o pagamento das cinco parcelas, o governo federal estendeu o pagamento do auxílio emergencial até dezembro, mas diminui o valor do benefício para R$ 300 e R$ 600.

Já neste ano, o governo federal diminuiu ainda mais o valor do benefício pago às famílias. Foram previstas quatro parcelas que variam entre R$ 150 e R$ 375. O maior valor é destinado à mães que sejam chefes de família.

Agora, a terceira parcela do novo Auxílio Emergencial já está na metade, beneficiando os nascidos em julho. A quarta parcela é a última do atual programa, as o governo já informou que estuda a prorrogação do benefício.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos