Mercado abrirá em 9 h 2 min
  • BOVESPA

    119.710,03
    -3.253,98 (-2,65%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.748,41
    -906,88 (-1,83%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,38
    -0,70 (-1,06%)
     
  • OURO

    1.816,80
    -6,00 (-0,33%)
     
  • BTC-USD

    50.112,57
    -7.618,20 (-13,20%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.370,15
    -193,68 (-12,39%)
     
  • S&P500

    4.063,04
    -89,06 (-2,14%)
     
  • DOW JONES

    33.587,66
    -681,50 (-1,99%)
     
  • FTSE

    7.004,63
    +56,64 (+0,82%)
     
  • HANG SENG

    27.950,68
    -280,36 (-0,99%)
     
  • NIKKEI

    27.688,73
    -458,78 (-1,63%)
     
  • NASDAQ

    13.046,75
    +48,25 (+0,37%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4087
    +0,0032 (+0,05%)
     

Auxílio emergencial: beneficiários do Bolsa Família com NIS final 2 recebem a 1ª parcela de até R$ 375

Extra
·2 minuto de leitura

Os beneficiários do Bolsa Família com Número de Inscrição Social (NIS) final 2 recebem nesta segunda-feira (dia 19) a primeira parcela do auxílio emergencial 2021. Os recursos podem ser movimentados pelo aplicativo Caixa Tem, por quem recebe pela conta poupança social digital, ou sacados por meio do Cartão Bolsa Família ou do Cartão Cidadão.

Segundo o Ministério da Cidadania, mais de 10 milhões de beneficiários do Programa Bolsa Família vão receber o auxílio emergencial em abril. Ao todo, 14,6 milhões de famílias terão o benefício creditado este mês, sendo 4,6 milhões com os valores regulares do programa do Bolsa Família.

O recebimento dos recursos segue o calendário normal do Bolsa Família, pago nos últimos dez dias úteis de cada mês. A primeira parcela começou a ser depositada na última sexta-feira (dia 16) e vai até 30 de abril.

O valor da folha de pagamento do auxílio emergencial 2021 para o público do Bolsa Família em abril é de R$ 2,98 bilhões. A maior parte dos beneficiários (50,9%) é composta por mulheres chefes de famílias: 5,098 milhões de pessoas que receberão R$ 375 cada. Em segundo lugar aparecem os beneficiários que receberão o valor médio do auxílio. Eles representam 3,34 milhões com direito a R$ 250 (33,4% da folha). Outras 15,7% das famílias, o que representa 1,56 milhão de contemplados, com R$ 150 cada.

Outros 4,59 milhões de beneficiários do Bolsa Família não foram considerados elegíveis ao auxílio emergencial 2021 em abril. Eles seguirão recebendo o valor habitual do programa. O público do Bolsa Família recebe o auxílio emergencial desde que existam pessoas no grupo familiar que atendam aos critérios e o valor do auxílio seja maior que a quantia já recebida pelo Bolsa Família.

O repasse federal para contemplar esse grupo de 4,59 milhões será de R$ 853 milhões. Com isso, a folha completa de pagamentos do mês de abril para o Bolsa Família soma R$ 3,8 bilhões e contempla um total de 14,6 milhões de famílias.

Os integrantes do Bolsa Família que julgarem que se enquadram nos critérios determinados pela legislação do auxílio emergencial 2021 e não foram contemplados em abril podem fazer a contestação a partir desta sexta-feira (dia 16), no Portal de Consultas da Dataprev. O período de contestações para esse grupo segue até 1º de maio.

Embora o cronograma de saque tenha sido antecipado pelo governo para trabalhadores informais e desempregados, o calendário de pagamento para o público do Bolsa Família não muda. As datas são destinadas ao pagamento das quatro parcelas para beneficiários que fazem parte do Bolsa Família. As ordens de depósito na conta digital da Caixa e da autorização para o saque em dinheiro, para este grupo, caem sempre no mesmo dia.

NIS final 0 - 30/04 | Sexta-feira