Mercado fechado
  • BOVESPA

    120.061,99
    -871,79 (-0,72%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.962,98
    +434,01 (+0,89%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,42
    -1,25 (-1,99%)
     
  • OURO

    1.791,70
    +13,30 (+0,75%)
     
  • BTC-USD

    55.611,24
    -231,79 (-0,42%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.283,64
    +20,68 (+1,64%)
     
  • S&P500

    4.164,31
    +29,37 (+0,71%)
     
  • DOW JONES

    34.081,06
    +259,76 (+0,77%)
     
  • FTSE

    6.895,29
    +35,42 (+0,52%)
     
  • HANG SENG

    28.621,92
    -513,81 (-1,76%)
     
  • NIKKEI

    28.508,55
    -591,83 (-2,03%)
     
  • NASDAQ

    13.867,75
    +73,50 (+0,53%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6982
    -0,0043 (-0,06%)
     

Autoridades de saúde pedem abordagem comum para tratamentos contra Covid-19

·1 minuto de leitura
Bandeiras da União Europeia do lado de fora da sede da Comissão Europeia em Bruxelas

(Reuters) - Uma cooperação internacional para vacinas e tratamentos contra Covid-19 é necessária para reagir a variantes emergentes do vírus, melhorar o acesso para gestantes e criar confiança nas vacinas, disse a agência reguladora da Europa nesta quinta-feira.

Autoridades de saúde de todo o mundo, incluindo Europa, Estados Unidos, Reino Unido e Austrália, reuniram-se durante as primeiras semanas do ano para abordar o desenrolar da situação e o aumento das infecções, disse a Agência Europeia de Medicamentos (EMA).

As infecções globais por coronavírus ultrapassaram 110 milhões, e variantes altamente transmissíveis estão levando desenvolvedores de remédios e governos a reformularem suas estratégias de exames e de imunização, enquanto agências reguladoras estão trabalhando em velocidade recorde para avaliar e aprovar vacinas e tratamentos.

Workshops sobre estes temas foram presididos por várias agências reguladoras durante as reuniões, e possíveis soluções e próximos passos foram decididos, de acordo com a EMA.

Entre as sugestões para acelerar as aprovações estão reduzir a quantidade de testes clínicos amplos se o desenvolvedor de uma vacina contra Covid-19 puder produzir dados para mostrar como sua vacina protegeria contra novas variantes, com base em um relatório da Coalizão Internacional de Autoridades Reguladoras de Medicamentos.

(Por Pushkala Aripaka em Bengaluru)

((Tradução Redação São Paulo, 5511 56447759)) REUTERS ES