Mercado fechado
  • BOVESPA

    117.380,49
    -948,50 (-0,80%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.683,55
    -126,66 (-0,28%)
     
  • PETROLEO CRU

    51,98
    -1,15 (-2,16%)
     
  • OURO

    1.855,50
    -10,40 (-0,56%)
     
  • BTC-USD

    32.917,97
    +1.123,64 (+3,53%)
     
  • CMC Crypto 200

    651,44
    +41,45 (+6,79%)
     
  • S&P500

    3.841,47
    -11,60 (-0,30%)
     
  • DOW JONES

    30.996,98
    -179,03 (-0,57%)
     
  • FTSE

    6.695,07
    -20,35 (-0,30%)
     
  • HANG SENG

    29.447,85
    -479,91 (-1,60%)
     
  • NIKKEI

    28.631,45
    -125,41 (-0,44%)
     
  • NASDAQ

    13.355,25
    -40,25 (-0,30%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6542
    +0,1458 (+2,24%)
     

Autoridade de saúde da Alemanha vê pandemia controlada até final do ano

·1 minuto de leitura
Presidente do instituto de saúde Robert Koch, Lother Wieler, durante entrevista coletiva em Berlim

BERLIM (Reuters) - A Alemanha terá a pandemia de coronavírus sob controle até o final do ano, mas uma nova e mais virulenta variante do vírus pode agravar a situação, disse o chefe de saúde pública do país nesta quinta-feira.

A Alemanha registrou até agora 16 casos de pessoas com a variante britânica do vírus e quatro com a variante sul-africana, disse Lother Wieler, presidente do instituto de saúde Robert Koch (RKI), em entrevista coletiva.

Todos os casos detectados até agora são de pessoas que viajaram para o exterior.

Essas não serão as últimas variantes que serão vistas, disse ele, também se referindo a uma variante do coronavírus encontrada no Brasil.

"Teremos mais variações... Portanto, não viajem", afirmou.

Hospitais em 10 dos 16 Estados alemães enfrentam gargalos, pois 85% de seus leitos de terapia intensiva são usados por pacientes com coronavírus, disse Wieler.

Ele fez um apelo para que as pessoas que tiverem a oportunidade de se vacinarem contra a Covid-19 o façam para aliviar o fardo sobre os hospitais e afirmou que as pessoas também devem manter o distanciamento social e as regras de higiene.

"No final do ano teremos essa pandemia sob controle", disse Wieler, acrescentando que até lá deve haver disponibilidade de vacinas suficientes para inocular toda a população.

Na quinta, o RKI reportou 25.164 novos casos de coronavírus na Alemanha e 1.244 mortes, um recorde, o que leva o total de mortos por Covid-19 no país desde o início da pandemia para 43.881.

(Reportagem de Kirsti Knolle e Thomas Escritt)