Automóveis mostram retomada da produção, diz BB DTVM

A queda da produção industrial verificada em novembro preocupa por causa de seu perfil generalizado, mas em dezembro o setor já deve mostrar recuperação impulsionado pelo segmento automotivo e apoiado em recentes dados positivos da indústria. A avaliação é do economista-chefe da BB DTVM, Marcelo Arnosti. "Em dezembro e no início do ano sustentamos um comportamento mais favorável da produção industrial", afirma.

Além do perfil generalizado da queda da produção industrial em novembro, Arnosti se preocupa com o desempenho mostrado pelos segmentos de bens de capital e de bens intermediários, com recuos sobre outubro de 1,1% e 1,0%, respectivamente. Mas afirma que recentes dados da indústria, da Fundação Getulio Vargas (FGV) e do Índice Gerente de Compras (PMI) do HSBC, indicam recuperação da indústria mais consistente nos últimos três meses.

O BB DTVM espera alta de 1,5% na produção industrial de dezembro, o que levará o último trimestre de 2012 a fechar com avanço de 0,5% na comparação com o período imediatamente anterior. Para o primeiro trimestre deste ano, a alta esperada é de 1,5%. "Essas projeções estão apoiadas em três fundamentos: a indústria se encontra com níveis de estoques mais ajustados, o consumo das famílias deve seguir crescendo em patamar satisfatório de 4% anualizado e vemos uma recuperação incipiente do investimento", explica.

Carregando...