Mercado fechado
  • BOVESPA

    119.646,40
    -989,99 (-0,82%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.125,71
    -369,70 (-0,81%)
     
  • PETROLEO CRU

    53,28
    +0,30 (+0,57%)
     
  • OURO

    1.872,00
    +5,50 (+0,29%)
     
  • BTC-USD

    34.986,71
    +586,74 (+1,71%)
     
  • CMC Crypto 200

    696,42
    -4,19 (-0,60%)
     
  • S&P500

    3.851,85
    +52,94 (+1,39%)
     
  • DOW JONES

    31.188,38
    +257,86 (+0,83%)
     
  • FTSE

    6.740,39
    +27,44 (+0,41%)
     
  • HANG SENG

    29.962,47
    +320,19 (+1,08%)
     
  • NIKKEI

    28.523,26
    -110,20 (-0,38%)
     
  • NASDAQ

    13.290,50
    +305,00 (+2,35%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4087
    -0,0899 (-1,38%)
     

Autoescolas do Rio terão aulas teóricas a distância para primeira habilitação

André Coelho
·2 minuto de leitura
Foto: Márcia Foletto / Agência O Globo

Para evitar aglomerações em salas de aula e desafogar processos de quem busca a primeira carteira de motorista, o Detran-RJ autorizou que as autoescolas do Rio ofereçam aulas teóricas pela internet. Uma portaria publicada pelo presidente do Detran-RJ, Adolfo Konder, permite que os Centros de Formação de Condutores façam contratos com empresas capazes de oferecer o conteúdo por meio de plataformas de educação à distância. Segundo o órgão, cerca de 123 mil pessoas que estão com processos abertos para tirar a primeira carteira de motorista devem ser beneficiadas com a medida.

O conteúdo, a carga horária e a duração das aulas teóricas deverão obedecer aos mesmos critérios estabelecidos para as aulas presenciais. Por meio de vídeo ou chat, os candidatos poderão interagir com os instrutores em tempo real. A medida foi autorizada por meio de resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). Alunos e profissionais deverão realizar validação biométrica facial para terem acesso às aulas.

— Vamos disponibilizar o ensino a distância para garantir o distanciamento físico entre as pessoas, minimizando os riscos de contaminação dos candidatos. Os alunos assistirão às aulas com segurança e sem necessidade de se arriscar com deslocamentos — afirmou Konder — A validação biométrica facial garantirá a lisura do procedimento, impedindo artifícios que poderiam ser utilizados para burlar a frequência nas aulas — explica o presidente do Detran-RJ.

Segundo a regulamentação, as empresas que possuem plataforma de ensino à distância deverão se credenciar njunto ao órgão, que vai analisar a documentação e capacidade técnica das empresas, que passarão a integraa seus sistemas com o do Detran. A partir daí, as autoescolas poderão contratar seus serviços.

Desde o dia 19 de fevereiro, por determinação do Contran, estão suspensos todos os prazos de reonvação de habilitação, primeiro emplacamento e o limite de um ano para a conclusão do processo de primeira habilitação.