Mercado abrirá em 5 h 46 min

Autenticador da Microsoft agora também é gerenciador de senhas

Felipe Demartini
·2 minuto de leitura

A Microsoft anunciou que seu aplicativo Authenticator ganhará recursos de gerenciamento e preenchimento automático de senhas, ampliando as capacidades de segurança e reunindo recursos em uma única aplicação. As novidades já estão em testes no Android e no iOS, bastando que o usuário ative o recurso nas configurações do app para liberar as funcionalidades inéditas, que devem ser disponibilizadas de forma geral no futuro próximo.

A ideia é transformar o app em uma espécie de “canivete suíço”, com foco nos usuários de plataformas da própria Microsoft como o OneDrive e o Office 365. O Authenticator, claro, não funciona apenas nesses serviços, permitindo que senhas de qualquer plataforma sejam armazenadas e preenchidas completamente; mais do que isso, a solução não funcionará apenas nos celulares, tendo integração com navegadores de internet no computador, como Chrome e Edge, a partir de uma extensão oficial.

<em>Microsoft Authenticator vai reunir em um único app os recursos de gerenciamento de senhas e códigos de verificação em duas etapas (Imagem: Divulgação/Microsoft)</em>
Microsoft Authenticator vai reunir em um único app os recursos de gerenciamento de senhas e códigos de verificação em duas etapas (Imagem: Divulgação/Microsoft)

Gerenciadores de senhas são uma necessidade cada vez maior, assim como os próprios autenticadores. No primeiro, é coberta a necessidade de uso de credenciais diferentes e aleatórias para cada plataforma online, de forma que o vazamento em uma não comprometa todas as outras. Com os softwares, os usuários podem manter em mente apenas a senha principal, com todas as outras armazenadas no app. Já o segundo tipo envolve o uso igualmente essencial da autenticação em duas etapas, com códigos numéricos adicionais e periódicos sendo gerados para garantir que, mesmo com o login correto, é realmente o usuário quem está realizando o acesso.

Ao unir as duas coisas, a Microsoft tenta fazer frente a um dos autenticadores mais utilizados do mercado, o do Google, que possui apenas esta função. O software é gratuito e pode ser baixado nas lojas oficiais dos sistemas operacionais Android e iOS.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: