Mercado fechará em 13 mins
  • BOVESPA

    106.963,65
    -3.822,78 (-3,45%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.940,47
    -357,73 (-0,68%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,57
    -0,85 (-1,02%)
     
  • OURO

    1.781,30
    -3,60 (-0,20%)
     
  • BTC-USD

    62.704,55
    -3.870,81 (-5,81%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.486,22
    -48,43 (-3,16%)
     
  • S&P500

    4.536,66
    +0,47 (+0,01%)
     
  • DOW JONES

    35.512,46
    -96,88 (-0,27%)
     
  • FTSE

    7.190,30
    -32,80 (-0,45%)
     
  • HANG SENG

    26.017,53
    -118,49 (-0,45%)
     
  • NIKKEI

    28.708,58
    -546,97 (-1,87%)
     
  • NASDAQ

    15.430,25
    +52,75 (+0,34%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5899
    +0,0703 (+1,08%)
     

Australianos vislumbram o fim do confinamento com a queda de casos de covid-19

·1 minuto de leitura
Os moradores vacinados de Sydney serão autorizados a sair do prolongado confinamento em meados de outubro (AFP/Saeed KHAN)

Os moradores vacinados de Sydney serão autorizados a sair do prolongado confinamento em meados de outubro, anunciaram nesta segunda-feira (27) as autoridades australianas, com a apresentação de um "plano de ação para a liberdade", em um momento de queda de contágios na cidade.

As ordens de permanecer em casa serão suspensas em Sydney e no restante do estado de Nova Gales do Sul quando a região alcançar 70% da população completamente vacinada.

A governadora do estado, Gladys Berejiklian, acredita que isto acontecerá em 11 de outubro.

Bares, restaurantes e lojas poderão reabrir as portas para as pessoas vacinadas. Parentes e amigos poderão se reunir novamente na maior cidade da Austrália pela primeira vez em mais de três meses.

"Estamos quase, quase lá, não vamos desistir no último minuto", implorou Berejiklian.

O vice-primeiro-ministro do estado, John Barilaro, afirmou que o "plano de ação para a liberdade" permitirá viagens por toda Nova Gales do Sul assim que 80% das pessoas com mais de 16 anos estiverem totalmente vacinadas, o que pode acontecer no final de outubro.

Os adultos não vacinados, no entanto, terão que esperar pelo menos até 1º de dezembro para usufruir das mesmas liberdades, quando se espera que quase 90% da população estará vacinada, segundo as autoridades.

O número de contágios em Nova Gales do Sul caiu nesta segunda-feira para menos de 800, depois de alcançar picos de 1.500 casos há algumas semanas, enquanto o número de adultos que tomaram pelo menos uma dose da vacina chegou a 85%.

hr/djw/qan/mas/fp

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos