Mercado abrirá em 59 mins
  • BOVESPA

    108.843,74
    -2.595,62 (-2,33%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.557,65
    -750,06 (-1,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,15
    +0,86 (+1,22%)
     
  • OURO

    1.768,10
    +4,30 (+0,24%)
     
  • BTC-USD

    43.270,66
    -451,00 (-1,03%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.085,58
    -48,81 (-4,30%)
     
  • S&P500

    4.357,73
    -75,26 (-1,70%)
     
  • DOW JONES

    33.970,47
    -614,41 (-1,78%)
     
  • FTSE

    6.984,39
    +80,48 (+1,17%)
     
  • HANG SENG

    24.221,54
    +122,40 (+0,51%)
     
  • NIKKEI

    29.839,71
    -660,34 (-2,17%)
     
  • NASDAQ

    15.114,25
    +104,75 (+0,70%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2484
    +0,0037 (+0,06%)
     

Austrália conquista 3º ouro seguido no 4x100m livre feminino e quebra o recorde mundial

·1 minuto de leitura
Austrália conquista 3º ouro seguido no 4x100m livre feminino e quebra o recorde mundial

Por Aaron Sheldrick

TÓQUIO (Reuters) - A Austrália conquistou o ouro olímpico no revezamento 4x100 metros livre feminino, neste domingo, pela terceira vez consecutiva, quebrando seu próprio recorde mundial.

O quarteto formado pelas irmãs Bronte e Cate Campbell, Meg Harris e Emma McKeon baixou sua marca anterior de 3min30s05, de abril de 2018, em 0,36 segundos, com um recorde mundial de 3min29s69.

O Canadá ficou com a prata, 3s09 segundos atrás das vencedoras, enquanto os Estados Unidos ficaram em terceiro e conquistaram a medalha de bronze.

Emma McKeon, terceira australiana a cair na água, impulsionou a equipe à vitória com um 51s35 que marcou a quinta parcial feminina de 100 metros mais rápido da história -- apenas uma hora depois de se qualificar como a terceira mais rápida para a final dos 100 metros borboleta.

Cate Campbell participou de todas as três vitórias de revezamento da Austrália nas Olimpíada.

A vitória foi um momento agridoce para Bronte Campbell, que com pouco mais de 29 anos é a mulher australiana mais velha a ganhar uma medalha olímpica.

"Esta é provavelmente a minha última Olimpíada", disse. "Então tirei um momento para absorver tudo, porque acontece muito rápido."

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos