Mercado fechará em 3 h 17 min
  • BOVESPA

    113.666,61
    -1.395,93 (-1,21%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.192,33
    +377,16 (+0,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,40
    -0,21 (-0,29%)
     
  • OURO

    1.754,70
    -40,10 (-2,23%)
     
  • BTC-USD

    48.054,19
    -183,00 (-0,38%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.235,15
    +1,86 (+0,15%)
     
  • S&P500

    4.462,48
    -18,22 (-0,41%)
     
  • DOW JONES

    34.695,14
    -119,25 (-0,34%)
     
  • FTSE

    7.027,48
    +10,99 (+0,16%)
     
  • HANG SENG

    24.667,85
    -365,36 (-1,46%)
     
  • NIKKEI

    30.323,34
    -188,37 (-0,62%)
     
  • NASDAQ

    15.432,50
    -71,50 (-0,46%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1818
    -0,0142 (-0,23%)
     

Ausência do Galaxy Note 21 pode significar o encerramento definitivo da linha

·2 minuto de leitura

A Samsung causou alarde na comunidade de fãs de smartphone por não atualizar a linha Galaxy Note em 2021. Os dobráveis Galaxy Z Fold 3 e Galaxy Z Flip 3 assumiram o lugar de aparelhos mais caros da marca, com funções e atrativos que antes eram característicos da linha Note — especialmente a possibilidade de uso da caneta S Pen no dobrável em formato de livro. Alguns rumores indicavam que o Galaxy Note 21 teria sido cancelado por conta da falta de componentes internos, e que os Galaxy Note 22 já estariam sendo pensados para lançamento no ano que vem. Para a tristeza dos fãs, parece que não é o caso.

Segundo o perfil @FrontTron no Twitter, a marca sul-coreana não tem mais planos de produzir novos aparelhos Galaxy Note "bar type" (tipo barra em tradução livre; ou seja, não-dobráveis), e que a própria Samsung já estaria chamando o Galaxy Z Fold 3 de "NoteZ":

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Dobráveis são prioridade

Caso confirmadas as informações, é fato que a Samsung considera as duas linhas como sobrepostas, sem a possibilidade de coexistência. O lançamento da S Pen Fold, própria para o Galaxy Z Fold 3 e com ponta mais suave para evitar danos ao display flexível, também aumenta a impressão de que a marca está apostando todas as fichas no mercado de aparelhos dobráveis, ainda que atualmente o aparelho não seja capaz de substituir um Galaxy Note em todos os sentidos.

Além disso, a própria linha S também se aproximou dos Galaxy Note, já que o Galaxy S21 Ultra já dá disponibildade para uso da S Pen, e o tamanho do display aumentou a ponto de ser comparável ao Galaxy Note 20 Ultra.

Galaxy Z Fold 3 foi lançado no início de agosto com caneta própria, vendida separadamente (Imagem: Divulgação/Samsung)
Galaxy Z Fold 3 foi lançado no início de agosto com caneta própria, vendida separadamente (Imagem: Divulgação/Samsung)

Esses rumores não estão totalmente confirmados, e a Samsung ainda pode promover a volta dos Galaxy Note no ano que vem. A linha apresenta bons números de vendas: números indicam que a série Galaxy Note 10 teve muitos compradores, com uma ligeira diminuição no caso do Galaxy Note 20 — possivelmente relacionada à pandemia de COVID-19.

Porém, caso o Galaxy Note não volte em 2022, é provável que a Samsung lance o Galaxy Z Fold 4 com slot dedicado para a caneta S Pen e outros diferenciais que o aproximem ainda mais do que temos na linha que popularizou o mercado de celulares de tela grande.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos