Mercado fechará em 34 mins
  • BOVESPA

    106.218,05
    -2.571,28 (-2,36%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.206,11
    -1.257,92 (-2,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    109,14
    -3,26 (-2,90%)
     
  • OURO

    1.820,00
    +1,10 (+0,06%)
     
  • BTC-USD

    29.246,71
    -914,74 (-3,03%)
     
  • CMC Crypto 200

    653,89
    -16,79 (-2,50%)
     
  • S&P500

    3.914,97
    -173,88 (-4,25%)
     
  • DOW JONES

    31.413,72
    -1.240,87 (-3,80%)
     
  • FTSE

    7.438,09
    -80,26 (-1,07%)
     
  • HANG SENG

    20.644,28
    +41,76 (+0,20%)
     
  • NIKKEI

    26.911,20
    +251,45 (+0,94%)
     
  • NASDAQ

    11.949,50
    -610,75 (-4,86%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2207
    +0,0103 (+0,20%)
     

Aumento de taxas de frete sobrecarrega importadores de grãos

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

(Bloomberg) -- A guerra na Ucrânia pressionará ainda mais os países importadores de grãos da África e da Ásia, já que um número reduzido de navios para entrega de cargas aumenta o custo do frete, de acordo com o chefe da Câmara Internacional de Navegação.

Cerca de 80 a 100 navios, principalmente graneleiros, não conseguem deixar as águas ucranianas há quase dois meses devido a minas submarinas e bloqueios militares, disse o presidente da organização, Esben Poulsson, em entrevista.

As taxas de frete a granel estão aumentando à medida que armadores e afretadores precificam o fato de que os navios ficarão presos por períodos mais longos.

Os fluxos comerciais de grãos estão passando por mudanças significativas, disse ele, e a distância que os navios terão que percorrer para levar remessas das Américas aos clientes é maior que as viagens partindo do Mar Negro.

“Isso terá repercussões para os países mais pobres da África, que mal podem pagar grandes quantias a mais por seus grãos”, disse Poulsson.

A guerra na Ucrânia abalou o comércio global de grãos de US$ 120 bilhões à medida que as entregas da região produtora do Mar Negro se tornam cada vez mais complicadas. Alternativas estão surgindo, com produtores nas Américas enviando cargas para clientes na África e no Sudeste Asiático, alguns pela primeira vez em anos.

A China está aumentando as compras de milho dos EUA, enquanto o Brasil está enviando trigo para lugares como Turquia, África do Sul e Sudão.

Um aumento nas taxas de frete pode aumentar ainda mais os custos dos alimentos, gerando mais pressão inflacionária para consumidores e agravando a crise global da fome. Um índice das Nações Unidas de preços dos alimentos já está em nível recorde, e o impacto é sentido mais nos países pobres, onde os mantimentos representam uma grande parte dos orçamentos dos consumidores.

“As taxas de frete permanecerão altas e podem subir um pouco mais”, disse Poulsson, cuja organização representa armadores e operadores que cobrem cerca de 80% do comércio mercantil mundial. “Mas será volátil porque as coisas podem mudar.”

O Baltic Dry Index, referência amplamente observada para taxas de frete a granel, oscilou bruscamente no último ano, atingindo uma máxima de 13 anos em outubro devido à escassez de produção de matérias-primas, e depois despencou quando as restrições da China à poluição de fábricas enfraqueceu a demanda por minério de ferro. O indicador registra alta de 65% desde sua mínima em janeiro.

Além da situação na Ucrânia, as taxas de frete também estão sendo afetadas pelos esforços da China para combater a propagação da Covid-19. Centenas de navios a granel estão enfrentando atrasos na costa da China, com lockdowns em cidades como Xangai.

More stories like this are available on bloomberg.com

©2022 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos