Mercado abrirá em 2 h 39 min
  • BOVESPA

    115.202,23
    +2.512,23 (+2,23%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.342,54
    +338,34 (+0,74%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,12
    +0,03 (+0,05%)
     
  • OURO

    1.687,60
    -10,90 (-0,64%)
     
  • BTC-USD

    50.075,48
    -498,78 (-0,99%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.010,45
    +67,28 (+7,13%)
     
  • S&P500

    3.841,94
    +73,47 (+1,95%)
     
  • DOW JONES

    31.496,30
    +572,20 (+1,85%)
     
  • FTSE

    6.623,06
    -7,46 (-0,11%)
     
  • HANG SENG

    28.540,83
    -557,46 (-1,92%)
     
  • NIKKEI

    28.743,25
    -121,07 (-0,42%)
     
  • NASDAQ

    12.434,75
    -229,00 (-1,81%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7748
    -0,0032 (-0,05%)
     

Aumento de internações nas UTIs de SP resulta em restrições mais duras no estado

Natalie Rosa
·2 minuto de leitura

Nesta segunda-feira (22), o estado de São Paulo registrou o maior número de pacientes internados em UTIs por complicações da COVID-19 desde julho do ano passado, segundo informações da Secretaria de Saúde. Os dados mostram que existem, no momento, 6.410 pacientes nas Unidades de Terapia Intensiva, e o número mais alto foi registrado pela última vez no dia 5 de julho, com 6.416 internações.

De acordo com o comitê de saúde do governo de São Paulo, o aumento está relacionado a um tempo maior de internação no estado, significando que a doença está provocando complicações ainda mais graves. Para evitar que o número continue alto, foi apresentado ao governo de São Paulo novas restrições de isolamento para reduzir as aglomerações, e as medidas serão anunciadas nesta quarta-feira (24).

<em>Imagem: Reprodução/Gerd Altmann/Pixabay</em>
Imagem: Reprodução/Gerd Altmann/Pixabay

As restrições que foram impostas ao governo, no entanto, vão além das medidas estabelecidas anteriormente pelo Plano São Paulo, em que o estado, dividido por sub-regiões, contam com regras diferentes de acordo com a fase da quarentena que cada um está enfrentando. João Gabbardo, coordenador executivo do comitê de saúde do estado, diz ainda que as novas restrições, que vão envolver a redução da mobilidade e movimentação de pessoas, devem entrar em vigor na sexta-feira (26).

"O centro de contingência apresentou hoje ao governador algumas recomendações extraordinárias, além daquilo que está previsto no Plano São Paulo. O governo está fazendo a análise dessas recomendações, e essas medidas serão anunciadas na quarta-feira, para já começarem a valer na sexta-feira", contou o executivo.

<em>Imagem: Reprodução/Freepik</em>
Imagem: Reprodução/Freepik

Todo o estado de São Paulo já conta com1,9 milhão de casos confirmados e 57.842 mortes pela COVID-19, estando há 45 dias seguidos com a média de mortes diárias acima de 200. Somente na capital, a taxa de ocupação dos leitos de UTI é de 67,8%, e em todo o estado é de 67,9%.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: